Olhar Outonal

por EM SI: LUGAR DE GRAÇA

Outono

caminhar e sentar,

sob o ar de outono…

não sei se é devaneio, sono,

ou será que é sonho?

sobre as folhas no outono,

lembro das raízes…

sinto aquele perfume de novo,

vejo os galhos secos, por um fio,

sob o frio, uma árvore cresceu e floriu,

além das folhas, algo desceu, caiu,

o que por um tempo elevou,

alguém o levou?

o outono está presente,

preciso estar presente, de frente,

para que o inverno se apresente,

e eu o aceite, seja como for, como flor,

que floresce e exala,

seu doce aroma de amor…

 

Publicidade