Conviver em Paz, Ser Amor

por EM SI: LUGAR DE GRAÇA

mãos

eis o desafio difícil e contínuo,

ser ‘aquele que é’ no convívio.

além das afinidades, intimidades,

compartilhar das ‘diferenças’,

para nos manter unidos,

em aprendizado, vivos.

estar aberto ao outro,

pertencer ao mundo, ao coletivo.

ouvir e respeitar ao uno,

que nos faz indivíduos.