A soma da diversidade é igual a todo mundo

por EM SI: LUGAR DE GRAÇA

quem quer ser,

igual a ‘todo mundo’,

não é ninguém.

ser aquele que é,

é naturalmente ser diferente.