Coma, acordar do Coma

por a n➐w ame n t e

coma

já tentei matar a morte,
dando vida á morte…
ou seria dar morte á morte,
para que ela não fosse tão viva na minha vida?
mas de tanto dar vida á morte,
a vida se tornou morta…
e a dor é de uma pessoa muito viva,
que implora pela morte…
mas que tem medo,
de que no fundo no fundo não haja fundo,
e seja tudo uma grande vida, morta e viva…
na dúvida (que já é certeza),
basta aceitar a verdade…
de que o que importa é o agora nesta vida,
por mais que sejam vidas, que hajam mortes…
esse é o jogo, a brincadeira,
que não se brinca de qualquer jeito, com qualquer um…
não é um jogo qualquer,
não se sabe quando perde e quanto ganha,
se sabe pouco e arrisca-se tudo…
até a viva vida, irmã inseparável da vida morta.

Anúncios