Comentários sobre oração de Francisco de Assis

por AnovaMente

francisco de assis

É dando que se recebe

Dar de coração é doar a verdade (aquilo que é) em si,

Ser o canal (a presença) por onde o amor flui e realiza.

“Ser filho de deus, pela presença do espírito santo”.

E não há expectativa de receber,

Uma vez que realizar esta legítima e divina atitude,

É ter aceito, recebido a verdade em si e manifestado o amor no coração,

E sentir-se em estado de graça e gratidão.

“É perdoando que se é perdoado”

Seja, realize aquilo que deseja ser em si: livre, em paz.

A realidade é aquela você que cria, muda e realiza: é aberta, fluida.

Ser o exemplo é a forma de ser aquilo que o sábio é: autoconsciente.

“E é morrendo que se vive para a vida eterna”

É discernindo o ilusório/egóico (apegos, aversões, ignorância) do verdadeiro/eu sou (desapego, compaixão e sabedoria).

Deixando aquilo que é perecível, mutável, efêmero…

Ou seja, desapegando e fluindo com aquilo que é vívido, presente, perene,

Que se vive naquilo que se renova (fonte em si), renasce (amor em si), que te transforma naquele que é (paz em si), a presença além de ti.

Ser livre é unir a inocência da criança com a sabedoria do ancião,

Integrar a passividade do feminino (lua) com a atividade do masculino (sol),

Realizar a síntese das diferentes dualidades em si, se autoconhecendo no viver e conviver é ser aquele que é: inteiro… harmonia inteiramente conectada com o todo.

Anúncios