Borboleta vive de Flores…

por EM SI: LUGAR DE GRAÇA

Quando lagarta… vivenciou a busca incessante por sua verdadeira vontade.
Quando no casulo… vivenciou a introspecção, o silêncio interior e atravessamentos.

Ao bater asas… transformou todas as etapas que levam o ser ao seu encontro… enfim, livre pelo ar, no mais leve e espontâneo voo.

Transformar-se por amor… realizar em si o mais sagrado encontro com a liberdade de ser aquele que é.

PS.: Para a minha amada Borboleta Mãe Maria Cristina F. F. W.