Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Mês: fevereiro, 2017

Pelos Ares

amados seres alados…

que me inspiram, me curam e me guiam

aspiro voar… sincero, humilde e livremente

sobrevoando os mistérios do amor…

aterrissando sobre águas da paz interior.

Real é a Verdade que você realiza.

IslBG

“Minha religião é buscar a verdade na vida e a vida na verdade.” Miguel de Unamuno

a superação das dificuldades e da ilusão, a resiliência…

não é somente o ‘pagar para ver’, mas doar para ser.

passamos uma vida ou vidas e mais vidas…

para nos encontrarmos no presente, na eternidade do agora.

passamos, passados, futuros ultrapassados, presentes abertos, revelados…

misteriosamente transformados em histórias de vida

para além da morte, do azar e da sorte, em sintonia e sincronia…

a existência nos desafia e nos realiza… se formos reais.

“Não há religião superior à verdade – e essa verdade é você.” Rosa Cruz Áurea

Silêncio (Osho Zen Tarot)

“A receptividade silenciosa de uma noite estrelada de lua cheia, semelhante à de um espelho, reflete-se abaixo no lago coberto de névoa. O rosto que aparece no céu está em meditação profunda: uma deusa da noite que traz profundidade, paz e compreensão.

Este é um momento muito precioso. Será fácil para você repousar internamente, e sondar as origens do seu próprio silêncio interior até o ponto em que ele se confunde com o silêncio do universo.

Não há nada para fazer, lugar nenhum aonde ir, e a marca do seu silêncio interior permeia tudo o que você faz. Isso poderia deixar algumas pessoas sentirem-se desconfortáveis, acostumadas que estão com todo o barulho e atividade do mundo. Não importa. Procure encontrar as pessoas capazes de entrar em sintonia com o seu silêncio, ou então desfrute a sua solitude. Este é o momento de reencontrar-se consigo mesmo. A compreensão e os insights que lhe ocorrem nesses instantes manifestar-se-ão mais tarde, em uma fase de maior extroversão da sua vida.”

Fonte: http://www.osho.com/pt/iosho/zen-tarot/paradox/

Sopro da Vida

 

sem forma, nem tamanho

quase imperceptível…

está em tudo, no todo, para todos

essencial, insubstituível…

ar que respiramos

o invisível

amor.

Renascimento (Osho Zen Tarot)

“Esta carta representa a evolução dos graus de consciência do modo como é descrita por Friedrich Nietzsche, em seu livro Assim Falou Zaratustra. Ele fala dos três níveis: Camelo, Leão e Criança. O camelo é sonolento, entediado, satisfeito consigo mesmo. Vive iludido julgando-se o cume de uma montanha, mas, na verdade, preocupa-se tanto com a opinião dos outros que quase não tem energia própria. Emergindo do camelo, aparece o leão.

Quando nos damos conta de que temos estado abrindo mão da oportunidade de viver realmente a vida, passamos a dizer “não” às demandas dos outros. Nós nos apartamos da multidão, solitários e orgulhosos, rugindo a nossa verdade. A coisa, porém, não acaba por aí. Finalmente, emerge a criança, nem submissa nem rebelde, mas inocente e espontânea, fiel ao seu próprio ser.

Qualquer que seja a posição em que você se encontre neste momento – sonolento e abatido, ou desafiador e rebelde – tenha consciência de que isso evoluirá para alguma coisa nova, se você permitir. Este é um tempo de crescimento e mudança.”

Fonte: http://www.osho.com/pt/iosho/zen-tarot/paradox/

Quando a Mudança chegar, mude com Ela.

88

A mudança leva o que serviu e não serve mais, aquilo que obstrui, aliena, esconde… e traz o que libera, clareia e revela… mas você tem que deixar ela entrar em sua casa.

Feito uma longa novela… de muitos capítulos e fases… cenas, dramas, tramas e personagens…

 A mudança nos chama para adentrar no caminho da autotransformação… por trilhas de autoconhecimento, mistérios, sabedorias e muita superação.

Tempos difíceis são de superação, tempos de calmaria são de celebração… é praticar o tal “orai e vigiai”… desenvolvendo intimidade com a fonte do coração.

A mudança é para o novo, para a tomada de consciência… o despertar revela o que está inconsciente, é renovação por meio de purificação, expansão e harmonização… é realizar a paz interior amando cada vez mais compassivamente… desapegando e se entregando… para dar aquilo que se recebe da fonte e receber aquilo que constantemente se renova… a energia criadora, mantenedora e transformadora da vida.

ser aquele que somos… é ser uma nobre borboleta, que rastejou, consumiu, paralisou, mergulhou, silenciou, elevou, expandiu, desprendeu e voou por transformar-se em liberdade de ser… a vontade da fonte que é em si… nascemos para sermos livres. 

É passageiro, estamos passando, seja pássaro…

revoada

fazer o bem…

não é agradar ao outro ou somente agradar-se

mas agir pelo não-agir…

com a consciência de si e do outro, feito um só corpo

se responsabilizando por corresponder ao todo…

sendo aquele que é… umTodo.

Gire, rodopie e passe livre

aurora

A luz provê a vida…

E a existência é veloz

Para anteciparmos futuros

E adiarmos passados.

A existência é um papel de presente

A vida é o presente desse papel…

A nossa luz vai abrindo presentes

A vida volta… com presentes do céu.

E o Caminho “Psicoespiritual”

we-me

“Trago aos teus olhos cansados a visão
de um mundo diferente;
tão novo, luminoso e fresco,
que tu te esquecerás da dor e do sofrimento
que viste antes.
No entanto, essa é uma visão
que deves compartilhar
com todos os que vires,
pois do contrário não a contemplarás.
Dar essa dádiva vai fazê-la tua.”

“Nada real pode ser ameaçado. Nada irreal existe. Nisso está a paz de Deus.”

Helen Schucman

Então Seja… pois estamos de passagem.

616x510

ninguém pode fazer por você…

aquilo que só você pode ser: aquele que é.

salve teu mundo, transforme a tua aparente realidade em sua verdade… o salvador está em ti, coragem para assumir os segredos que esconde para si e transcenda teus medos ao unir-se.

“No dia da tua ressurreição, pedir-te-ão contas dos teus atos e não de quem foi teu pai.” Sa’di (Poeta persa)