Conto Zen: Os Portais do Paraíso

por a nOw aMe n t e

samurai-monge

Um orgulhoso guerreiro chamado Nobushige foi até Hakuin, e perguntou-lhe: “Se existe um paraíso e um inferno, onde estão?”

“Quem é você?” perguntou Hakuin.

“Eu sou um samurai!” o guerreiro exclamou.

“Você, um guerreiro!” riu-se Hakuin. “Que espécie de governante teria tal guarda? Sua aparência é a de um mendigo!”.

Nobushige ficou tão raivoso que começou a desembainhar sua espada, mas Hakuin continuou:

“Então você tem uma espada! Sua arma provavelmente está tão cega que não cortará minha cabeça…”

O samurai retirou a espada num gesto rápido e avançou pronto para matar, gritando de ódio. Neste momento Hakuin gritou:

“Acabaram de se abrir os Portais do Inferno!”

Ao ouvir estas palavras, e percebendo a sabedoria do mestre, o samurai embainhou sua espada e fez-lhe uma profunda reverência.

“Acabaram de se abrir os Portais do Paraíso,” disse suavemente Hakuin.

Anúncios