Conto: Simplesmente Respeito

por a n➐w ame n t e

A filha com medo do que viria a acontecer, preocupada em não repetir o que havia feito, perguntou ao pai, sempre silencioso e pragmático:

– Pai, o que eu faço agora?

– Filha, escute a voz do seu coração…

– Mas pai, coração fala?

– Aja com o coração e saberá…

A filha, inquieta e insegura, retrucou:

– Pai, preciso primeiro ter certeza, vou pensar nisso.

Paciente e enfático o pai disse:

– Primeiro ouça a voz e depois aja.

– Nunca fiz isso antes, sinto que não vou conseguir.

– O coração sente o que pensamos.

– Pai, não posso, não é o momento.

– Filha, agora é sempre o momento.

– Pai, não consigo fazer isso, não estou escutando, vou desistir.

– Se não ouve a voz agora, não aja… e isso não quer dizer que você desistiu.

– Mas pai, como você pode ter tanta segurança e confiança no que está me dizendo?

– Simplesmente respeito a vida… ou seja, me respeito.

por Adriano Anovamente

“Aprenda com o silêncio a respeitar a sua vida…” Paulo Roberto Gaefke

Ilustração: Snezhana Soosh

Anúncios