Conto Zen: O Concreto Imaginário

por AnovaMente

Um monge perguntou a Chao-chou: “O que diríeis se eu chegasse ante vós sem nada trazer?” Chao-chou respondeu: “Deixai-o aí mesmo, no chão.”

O monge contestou: “Mas eu disse que nada trazia, como então poderia pôr algo no chão?” “Tudo bem então,” comentou Chao-chou, despreocupado, “nesse caso, levai-o daqui.”

Anúncios