Conto Zen: Seguindo a Corrente

por aNūüĆźWa

Um velho homem bêbado acidentalmente caiu nas terríveis corredeiras de um rio que levavam para uma alta e perigosa cascata. Ninguém jamais tinha sobrevivido àquele rio. Algumas pessoas que viram o acidente temeram pela sua vida, tentando desesperadamente chamar a atenção do homem que, bêbado, estava quase desmaiado.

Mas, miraculosamente, ele conseguiu sair salvo quando a pr√≥pria correnteza o despejou na margem em uma curva que fazia o rio. Ao testemunhar o evento, Kung-tzu (Conf√ļcio) comentou para todas as pessoas que diziam n√£o entender como o homem tinha conseguido sair de t√£o grande dificuldade sem luta:

“Ele se acomodou √† √°gua, n√£o tentou lutar com ela. Sem pensar, sem racionalizar, ele permitiu que a √°gua o envolvesse. Mergulhando na correnteza, conseguiu sair da correnteza. Assim foi como conseguiu sobreviver.”

An√ļncios