“Verso Zen”

por a n➐w ame n t e

norway

Antes de entendermos o Zen, as montanhas são montanhas e os rios

são rios;

Ao nos esforçarmos para entender o Zen, as montanhas deixam de

ser montanhas e os rios deixam de ser rios;

Quando finalmente entendemos o Zen, as montanhas voltam a ser

montanhas e os rios voltam a ser rios.

Anúncios