Conto: Nada e SilĂȘncio

por aN🌐Wa

um jovem vestindo trapos, deitado no chĂŁo da calçada, temendo os perigos da noite…

quando uma voz sussurra: “isso nĂŁo Ă© nada”…

a chuva torrencial nĂŁo dava trĂ©gua, o jovem tremia de frio, desvitalizado de sede e fome, madrugada a dentro…

e a voz lhe diz: “isso nĂŁo Ă© nada”…

o jovem apavorado com as trovoadas e relĂąmpagos,  imaginando os castigos e puniçÔes que sofreria diante da sombra da morte…

escuta novamente: “isso nĂŁo Ă© nada”…

quando o jovem entĂŁo, jĂĄ exausto, desacreditado, despido… vazio de quaisquer pensamentos, entregue ao incerto e desconhecido… num impulso, grita feito um rugido… como se fosse seu Ășltimo ato de coragem: “isso nĂŁo Ă© nada… nada!!!”

o silĂȘncio tomou o local…

e a voz junto a si, silenciou…

por Adriano Anovamente

AnĂșncios