Conto Zen: Além do Vazio

por a n➐w ame n t e

Certa vez um monge perguntou a Li-chan:

“Se todas as coisas se reduzem em última análise ao Vazio, este a quê se reduzirá?”

Respondeu o mestre:

“Minha língua é curta demais para vos explicar.”

“E por que vossa língua é tão curta?” perguntou o monge, intrigado.

“No interior e no exterior ela é da mesma vazia natureza.” Disse o mestre.

Anúncios