Depressão: Limite entre Sim e Não.

por a nOw aMe n t e

por não suportar os absurdos da vida

e surdo para a graça…

realiza o próprio absurdo.

conhecido como suicida…

desaprendendo o sentido da vida

encontra-se na saída sem fundos

a desgraça da vida.

todo ser é perdoável…

nos erros e nas perdas

no limite entre sim e não

perdoe-se, aceite o teu perdão.

O mistério do propósito: vida… revela-se nos teus íntimos desafios do dia a dia… ao aceitar-se… como um ser vivo a ser amado… e indubitavelmente se amando.

O vazio é existencial, assombrado por ti… O todo é o essencial, o reencontro ao renovar-se…

Na mente há sombras, em teu Ser é Luz. Amar, apesar de tudo.

Anúncios