aNūüĆźWa

T O D O S O U O UM : OM E S M O U T R O

Mês: novembro, 2017

Se Ajuda. Perdoa teu Judas…

envelhecidaMente se malha o Judas…

inocenteMente se perdoa o Judas…

Perdoe-se por trair-se…¬†Perdoe-se por negar-se…¬†Perdoe-se por n√£o perdoar… olhe e veja-se, se reconcilia… realize o acordo de paz com a sua consci√™ncia…

Seja voc√™ o Cristo… em rela√ß√£o as suas atitudes corrompidas, autodestrutivas, aceite-se e perdoe o seu aspecto sombra, o arqu√©tipo Judas… libere, liberte-se… abrace a sua sombra… voc√™ vai se reconhecer Amor e Gratid√£o… fonte de Paz e Compaix√£o… a Autocompreens√£o…

An√ļncios

Procura A CHAve

a porta

a fechadura

e chave.

por fora

n√£o abre

adentro

ave…

 

Virgem √© a Fonte inesgot√°vel em Si…

O renov√°vel e imaculado Amor…

Em nosso sagrado Cora√ß√£o…

Em nome dEle, dEla e dAquele que √Č em Si… a S√≠nt3se…

Saber de Cor… de Coruja.

Olhos de coruja
Vendo na escurid√£o
Sombria sabedoria…

Olha e vê, não dá para esconder
Mas ainda por um tempo debaixo do tapete
N√£o mais debaixo dos escombros
Bate nos ombros, tira o pó
O vivo é durante, antes e pós…

 

* Inspirado na poesia Vida de pó de Cristileine Leão РBlog Depressão com Poesia.

Voltei a morar no Interior… e voltei Amor.

Chorei… ao perder a¬†inoc√™ncia…

Choveu… ao reencontrar a crian√ßa…

 

* Pintura de Donald Zolan

I AM b √≠ g u o

Antes de ser um,

O umbigo é dois.

nEla. por Ela. dEla.

cheguei, negando-a…

caminhei, aceitando-a…

encontrei, entregando-a…

Confian√ßa √© a Alian√ßa

quem trai…

primeiro: se trai.

segundo: se perde.

terceiro: recomece.

Aja n√£o Reaja

A pedra mesmo sendo dura, fixa e resistente… Em seu pr√≥prio tempo… Lapida-se com o movimento das √°guas, dos ventos… Lapida-se na¬†implac√°vel a√ß√£o do tempo…

Tempo √© movimento, √© A√ß√£o… Estamos em tempo… E √© insubstitu√≠vel a nossa A√ß√£o… No movimento de Ser o que se √Č… Equil√≠brio¬†de pedras em lapidA√ß√£o…

 

* Escultura (Equilíbrio de pedras) de Michael Grab

 

Quem procura, encontra-se.

01 980103_546955398677060_1254707018_o01 Mechanitis polymnia dorissides 5442-002a

Mesmo que o s√°bio d√™ a resposta…

O tolo n√£o vai saber…

Que √© tolo…

A exist√™ncia¬†√© uma escola… A vida √© mestra… E nos d√° sinais por onde seguirmos… Mas a sabedoria se conquista trilhando o pr√≥prio caminho… Ao se descobrir, encontrar-se e realizar nossos potenciais…

Haikai 22/11

a gota¬†d’√°gua

refletindo no rio

a primavera