Conto Zen: Silêncio

por EM SI: LUGAR DE GRAÇA

Poderia me ensinar o silêncio? – Perguntei.

Ah, ele parecia satisfeito. – É o grande silêncio que deseja?

– Sim, o grande silêncio.

– Bem, e onde você acha que o grande silêncio pode ser encontrado?

– No fundo de mim, suponho – respondi. – Se eu ao menos conseguisse ir suficientemente fundo dentro de mim, tenho certeza que conseguiria por fim escapar do barulho. Mas é difícil. Preciso de ajuda.

Eu sabia que ele poderia me ajudar, senti seu interesse. E seu espírito era tão silencioso…

– Bem, eu estive lá – respondeu ele. Passei anos até entrar. Mas pude saborear o silêncio. Um dia, porém, Jesus apareceu (ou talvez tenha sido minha imaginação) e me disse apenas, “Venha e me siga”. Eu saí e nunca mais voltei.

Fiquei estupefato.

– Mas e o silêncio……

– Eu encontrei o grande silêncio e, tendo encontrado-o, aprendi que o barulho estava dentro de mim.