Da Lama à Alma.

por EM SI: LUGAR DE GRAÇA

Imagem relacionada

Quando fui ao fundo… e me deparei que o fundo é sem fundo…

Me rendi ao fundamento, me abri à mudança, me entreguei ao desconhecido, me acolhi aceitando a vida… escolhendo o meu caminho de volta ao caminho…

Vou em direção à altitude, infinita por natureza… Voo em direção àquele lugar, aberto em si…

Aqui-agora sonho, nasço, morro e renasço… Sem culpas, nem julgamentos… Com aceitação e discernimento…

Todos nós, Um só Laço… feito Flor de Lótus, Da Lama à Alma, eis a Tao Jornada… que é Todo e Nada: Ao Vivo… Tudo em processo evolutivo… Por altos e baixos, o círculo… Até quando retornamos ao lar, até o instante em que somos nada mais nada menos que o Laço: Nós mesmos… o Ser fluidaMente circuLar…

A Vida é poesia sem fim… Enfim, outra vez… Poemas continuaMente mutáveis…

“Dizem-me que há muitos deuses, porque Deus está em cada um de nós.” Do livro: Muitas vidas, muitos mestres – Brian Weiss