Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

E agora, o que você decide ser?

Olá! Car@s companheir@s de jornada…

Resolvi me propor uma prática “a moda zen”, e estendo esta proposta à vocês.

A prática é simples, consiste em diariamente, se perguntar o seguinte: “E agora, o que decido ser?”.

A ideia é que tomemos consciência do momento presente, que se ouça a intuição, que tomemos as rédeas do nosso caminho aqui-agora. Que assim, pratiquemos o livre-arbítrio, que sejamos livremente centrados, abertamente concentrados em nossa jornada, a qualquer hora, em todo lugar. E que renovemos as nossas intenções, que se fortaleça as nossas decisões ou façamos novas escolhas, discernindo a nossa verdade das ilusões. Apesar de termos um desconhecido destino com um misterioso princípio, somos o meio deste princípio encontrar o seu destino. Então, sem mais delongas…

E agora, o que decido ser?

De verdade…

Imagem relacionada

Um abraço fraterno. 🐛🌻🦋

Em paz. Por amor. ☀️⭐💛

“Grande Espelho de Fumaça”

Ao encerrar o ciclo e fechar a porta para o passado realizado. Caiu em si e concluiu que a lição foi agora aprendida. E a voz do silêncio, então, revelou: “Bem-vindo ao mundo real. Bem-vindo ao teu mundo…”

Resultado de imagem para grande espelho de fumaça 40 xamanica

“O Grande Espelho de Fumaça reflete a lição que manda deixar o mito para trás. Você é aquilo que decidir ser. Remova a cortina de fumaça que oculta os seus talentos ou méritos naturais e levante a cabeça. Descubra quais são os seus aspectos internos que necessitam de crescimento, e principie, a trabalhar neste seu processo de evolução sem perda de tempo. Já é hora de fazer aflorar todo seu potencial e comece a viver as suas verdades. (…) E finalmente, em todos os níveis, o Espelho de Fumaça nos faz enxergar a luz e a sombra como facetas úteis e necessárias à nossa evolução.”

* Carta  “40 – Grande Espelho de Fumaça (Reflexos)” – Livro: “As Cartas do Caminho Sagrado” – por Jamie Sams.

O fogo que nos transforma – Rubem Alves

Preciosa mudança… é preciso no impreciso mudar.

Resultado de imagem para o fogo da pipoca estoura

“Como o milho duro, que vira pipoca macia, só mudamos para melhor quando passamos pelo fogo: as provações da vida.

A transformação do milho duro em pipoca macia é símbolo da grande transformação por que devem passar os homens, para que eles venham a ser o que devem ser. O milho da pipoca somos nós: duros, quebra-dentes, impróprios para comer, mas que, pelo poder do fogo, podemos, repentinamente, voltar a ser crianças!

Mas a transformação só acontece pelo poder do fogo. O milho de pipoca que não passa pelo fogo, continua a ser milho de pipoca. Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo fica do mesmo jeito, a vida inteira.

O fogo é quando a vida nos lança em uma situação que nunca imaginamos. Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, ficar doente, perder um emprego, ficar pobre.

Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão – sofrimentos cujas causas ignoramos.

Há sempre o recurso dos remédios que apagam o fogo. Sem fogo, o sofrimento diminui. E com isso a possibilidade da grande transformação. Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro, ficando cada vez mais quente, pense que a sua hora chegou: “vou morrer”.

De dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar destino diferente. Mas subitamente, a transformação acontece: pum! – e ela aparece como outra coisa, completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado.

Mas existem pessoas PIRUÁS que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem. Ignoram o dito de Jesus: “Quem preservar a sua vida, perdê-la-á.” – A sua presunção e o seu medo são a dura casca do milho que não estoura. O destino delas é triste. Vão ficar duras a vida inteira.

Não vão se transformar na flor branca macia. Não vão dar alegria para ninguém.

Terminado o estouro alegre da pipoca, no fundo da panela ficam os piruás, que não servem para nada. Seu destino é o lixo.

Quanto às pipocas que estouraram, são adultos que voltaram a ser crianças e que sabem que a vida é uma grande brincadeira…”

 

* Rubem Alves (1933-) é escritor, pedagogo, teólogo e psicanalista.

Avesso Perfeito

FB_IMG_1554830945624

Nós somos pontos.

Bordando o bordado sempre a se bordar.

O ponto cruz.

E o arremate do ponto.

Com avesso perfeito.

 

* Para a minha mãe Maria Cristina… que borda com avesso perfeito.

No caminho o encontro.

No encontro o caminho.

Resultado de imagem para o caminho espelho alma

Inseguro de si, prende-se.

Seguro de si, solta-se.

Consciente de si, reencontra-se.

 

Autoconhecimento é também “Auto-polimento”… É preciso polir o espelho, noite e dia… Para que a luz em si reflita com mais clareza e definição… Com a beleza do céu coração…