Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

O espelho – Meri Pellens

Olhar e reconhecer… Descobrir-se e conhecer… O ser que é repleto amor por você…

“Olho para o espelho
Vejo quem sempre vi,
Mas nem sempre conheci:
Criança assustada, medrosa,
Da vida e do amor gulosa,
Jamais senhora de si.
Acertando com próprios erros
Em solidão com esmero
A espera de um porvir
Mais feliz, quem sabe a sorte
Traga antes da morte
O que da vida somente quis.

Olho para o espelho
Vejo quem nunca vi,
Mas sempre esteve ali.
Plantado em mim estava
O sonho que sempre sonhava
E que jamais esqueci.
Ao Seu lado eu dormia
Dos males me esquecia
Ele velava por mim.
Eu sei que além da sorte
Mesmo depois da morte
Amando o Amor serei feliz.”

 

Por Meri Pellens do Blog Reolhando a Vida.

 

Me dei conta que me dou conta.

Estar em si, estar em casa… Revelar-se teu… Lar sempre lar…

Imagem relacionada

De agora em diante
De cabeça erguida
Feito primeiro e último dia

Com o coração aberto
O sonho em mente
E a coragem nas mãos

Uma necessidade de vida
Necessidade devida:
Se dê vida.

 

Seguir em frente, contigo, simplesmente.

 

* Agradecido, inspirado e parafraseando a poesia de Fabio Ottolini em Todos os sonhos do mundo.

OMundo

O mundo real… A realeza renascente, selada em si.

Imagem relacionada

O DOM NU

DOM UNO

UM DONO

NO MUDO

O MUNDO

 

Pairando sem parar… Repousando sem pousar… Suspenso sem pensar.

A totalidade centrada em si… O caminho de agora em diante.

 

* Carta “O Mundo” do Tarô Mitológico. “Representa a realização interior, o encontro do próprio lugar no mundo, a obtenção da justa recompensa pelos esforços realizados. O arcano também nos mostra a alegria de viver e de festejar as conquistas alcançadas. O Mundo evoca o amor à humanidade, o cumprimento tarefas sociais, o desejo de aperfeiçoar tudo que se faz, seja por necessidade, seja por lazer. Sugere que nos apresentemos no mundo de forma natural, espontânea, com nossos dons naturais, sem artifícios, implantes ou plásticas. Procure colocar a espontaneidade em primeiro lugar e aceitar com criatividade os limites que o mundo e a sociedade colocam.

Ser… Inocente… Selvagem…

A mando se arma. Amando se ama.

Descarregue sua arma

Recarregando sua alma.

 

Pelo sim, pelo não… Dê gratidão.

 

* Imagem: Alex Grey

Com Um. cOMum.

“A busca pela comunhão com todas as faces”… que é em si sem rosto.

Imagem relacionada

“As pessoas são como as três borboletas em frente da chama da vela.

A primeira se aproximou da chama e disse: Eu sei o que é o Amor.

A segunda tocou a chama com as suas asas e disse: Eu sei o quão doloroso pode a ser a chama do Amor.

A terceira jogou-se no meio da chama, e deixou-se devorar. Ela sabe o que é o verdadeiro Amor…”

 

* Citação do filme “Baba Aziz”