Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Diante. Adiante. Caminhante.

Ser… AutoconheSer… Aquela paz… A paisagem interior…

Resultado de imagem para Tomasz Alen Kopera

caminho da sabedoria:

o caminho dá sabedoria.

sabedoria dá o caminho.

 

Conhecimento é o caminho… Caminhar é autoconhecimento…

 

* Ilustração: Tomasz Alen Kopera

Publicidade

Vou Citar… o Voo… Sitar…

Imagem relacionada

“O rio passa ao lado de uma árvore, cumprimenta-a, alimenta-a, dá-lhe água… e vai em frente, dançando. Ele não se prende à árvore. A árvore deixa cair suas flores sobre o rio em profunda gratidão, e o rio segue em frente. O vento chega, dança ao redor da árvore e segue em frente. E a árvore empresta o seu perfume ao vento… Se a humanidade crescesse, amadurecesse, essa seria a maneira de amar.

O estado mais elevado de amor não é, de modo algum, um relacionamento: é simplesmente um estado do seu ser. Assim como as árvores são verdes, aquele que ama é amoroso. Elas não são verdes apenas para determinadas pessoas: não é que quando você aparecer, elas se tornam verdes. A flor continua espalhando sua fragrância quer alguém apareça ou não, quer alguém aprecie ou não.

A flor não começa a liberar sua fragrância quando um grande poeta está se aproximando – Não, a flor continua espalhando sua fragrância. Trata-se de um estado, não de um relacionamento.

Faça todas as coisas criativas, faça o melhor a partir do pior – isso é o que eu chamo de arte. E se um homem viveu toda a vida fazendo a todo momento uma beleza, um amor, um desfrute, naturalmente a sua morte será o supremo pico no empenho de toda a sua vida… sua morte não será feia como ordinariamente acontece todo dia com todo mundo.

Se a morte é feia, isso significa que toda a sua vida foi um desperdício. A morte deveria ser uma aceitação pacífica, uma entrada amorosa no desconhecido, um alegre despedir-se dos velhos amigos, do velho mundo. Quanto mais profundo você vai para dentro da vida, mais entende a imortalidade dentro de você. Você está se afastando da morte: chega a um momento em que você pode ver que a morte não é nada, apenas um trocar de roupas ou trocar de casas, trocar de formas – nada morre, nada pode morrer. A morte é a maior ilusão que existe.

Conhecer o homem é conhecer Deus. Conhecer Deus é conhecer o homem. Estudar o Universo é instruir-se sobre Deus e sobre o homem; porque o Universo é a expressão do Pensamento Divino, e o Universo está refletido no homem. O conhecimento é necessário para que o Eu se torne livre e se conheça unicamente como Si mesmo.” Osho

“Quando penso que uma palavra pode mudar tudo, não fico muda… mudo. Quando penso que um passo descobre o mundo, não paro o passo… passo. E assim que passo e mudo, um novo mundo nasce na palavra que penso.” Alice Ruiz

 

* Imagem: Deusa hindu Saraswati

Vai… Voltar…

Tudo passa… Pois é passagem…

Imagem relacionada

Porém importa como é que se passa… Naquilo que se passa…

E o que se transpassa… Muda a forma da passagem…

Aquilo que se ultrapassa… Renova… Inovando naquele que passa… 

E enfim, deixamos a nossa herança, aquilo que foi realizado… E passado no presente… 

Quem sabe deixamos um futuro legado… Duradouro e saudável… O tesouro em nossos passos dados…

Mas ainda assim, levamos o que passamos…

Agora, há em mim… “Uma certeza que eu não sei de onde vem”…

De que tudo o que… Vem… Vai… Voltar… Mesmo noutro passo da mesma passagem…

Resultado de imagem para sol nasce espaço

É passagem… Então, coragem… Para realizar-se na travessia…

O que passou, passou… Passando adiante…

Ando centrAndo

Centra… Entra no eixo central… Radial… Um todo aberto… Afinando, refinando, sintonizando… O ser consciencial… Que encontra-se no labirinto existencial…

No meio das simultâneas e efêmeras realidades… O aqui-agora…

No meio dos excessos e viciantes facilidades… Um todo…

No meio da decadente e barulhenta babilônia… O silêncio atemporal…

No meio das tempestades e inundações de inutilidades… A sabedoria interior…

No meio do desespero coletivo e da “violência travestida”… A nudez da consciência…

 

Tu és simplesmente sagrado… Comumente extraordinário… “A totalidade não é a perfeição, mas sim o ser completo”… Entregue-se e integre-se a fonte e seja aquele que és renascente… Esvazie-se do peso passado e automaticamente repassado… Caia em si, beba da fonte, tome consciência e torne-se um repleto vazio… Naquela receptiva abertura primordial… A renovável manancial da vida… que dá a luz a vida… Desdobre-se, desfrute de seu renovável potencial criativo… que é a instintiva natureza divina…

Desde os primórdios… Sábios e sábias revelam o primordial… “Sabedoria é prioridade”… Sabedoria é em si perene…