Tarô: XVII – A Estrela

por EM SI: LUGAR DE GRAÇA

“Não se pode prever o futuro. Tudo é impermanente. Mas a esperança no porvir traz a força para lutar pelo o que é verdadeiramente essencial na vida.”

Sem dogmas, com fé!

O que te faz acreditar no amanhã?

“O que te faz continuar a sonhar, a desejar, a planejar o futuro? Não há garantias, nenhuma certeza. Então, por que continua? A resposta para isso está na fé. Mesmo aqueles que se dizem céticos possuem fé. A fé não é necessariamente religiosa. A fé é a esperança.

Quem perde a esperança, perde a fé. Quando se perde a fé, a vida torna-se sombria, doentia e amorfa. Quando há fé, há confiança em seguir, em perseverar por seus objetivos.

Quando a fé é racionalizada ela perde sua força. Tentar explicar a fé é matá-la, tira-se dela seu poder cósmico, restando apenas a desesperança.

A fé não pode ser uma crença criada pela mente.  A fé é a certeza e a confiança de que a sua existência é uma parte de um todo e não um fim em si mesma. Ela nos remete ao sentido cósmico de nossas vidas, à nossa espiritualidade.

A fé está ligada à espiritualidade. Quanto mais materialista é nossa forma de viver, mais distanciados ficamos dos aspectos sutis da própria vida. Integrarmos às demais forças da natureza e do Universo traz outro sentido de vida e ajuda a nos libertarmos dos antigos padrões há muito obsoletos e que só nos traz sofrimento e dor.

A fé se relaciona com a pureza e, para essa purificação, é preciso se despir de todas as camadas de maquiagem, de armaduras e de máscaras. É preciso abolir as crenças autossabotadoras que restringem a autoconfiança e a capacidade de crer em seu potencial e em quem é.

A fé permite caminhar, confiar e acreditar em sua jornada, no amor e, principalmente, na própria vida.”

Que a luz de sua estrela brilhe com amor e fé em si mesmo!

 

Por Magda Chiossi – TaroAutoconhecimento

Anúncios