Único: Outro Igual.

por EM SI: LUGAR DE GRAÇA

O mundo não é de ninguém, nem de alguém. Mas de todo o mundo.

O caminho

A via

A vida

A travessia…

Do labirinto.

 

A tua jornada é unica… mas está entrelaçada a todas as outras jornadas igualmente únicas… Somos múltiplos seres únicos de um ser total… particularmente universal, universalmente particular… Onde o paradoxo se encontra é a síntese – em si, um total.

“Nada é igual, nem ninguém”… mas por princípio, afinal, tu és… senão, único… ou seja, outro igual.