Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Permita ser. Permitindo-se.

Perdoar é permitir que a sua vida volte a fluir livremente… É permitir-se retornar ao fluxo renascente da vida… É dar vida a sua vida… Renovadamente…

Resultado de imagem para pai mãe e filho autoconhecimento

Pai, eu te perdoo.

Pai, me perdoe.

Pai, eu me perdoo…

Mãe, eu te perdoo.

Mãe, me perdoe.

Mãe, eu me perdoo…

 

Com o fluir… Permitindo-se confluir…

Silêncio… que a Voz vem.

O Silêncio Interior… Responde ao Caminhante… Pois É onde está o Caminho… Sempre a Caminho…

Imagem relacionada

Quando perder o sentido… Sente-se e respira profundo… Se o choro vier, deixa vir e deixa sair até as águas do fundo… Doí no peito, mas nos devolve a calma, lava a alma, eleva a consciência e nos retorna ao perene presente… a serena presença… espontaneamente natural…

Sinta o ser que no profundo é sereno silêncio… É aquilo que agora nos acalma e acalenta… paz da alma, paciente mente, silente coração… nem no passado nem no futuro… O presente é tua presença, estar na tua presença… humanamente divina… misteriosamente angelical…

 

Não sou atingido por aquilo que não mais me identifico… Aquilo que integrei, que curei em mim… não mais me falta, então, não me fere mais. Quando você cura a tua solidão… Mesmo estando só, você está com a tua solitude… Sob teu sol interior… Na tua perene e serena presença… Silêncio completo…

A travessia em si é o caminho.

Não apegue-se ao sofrimento, deixe ele vir a tona e transborda-se… Ele é o véu que encobre os nossos segredos…

Tome coragem, tome conhecimento para vir a tomar consciência… O sofrimento guardado, mesmo lá no fundo, nos consome profundamente e nada ensina… Não aprendemos com aquilo que negamos, rejeitamos… Aprendemos com aquilo e com aquele que reconhecemos…

Só haverá cura se eu me reconhecer enfermo… Só há outro lugar para ir se eu reconhecer o lugar em que estou… Conhecer a natureza do sofrimento, é o caminho do aprendizado, é autodescoberta, autoconhecimento e é tornar fértil o jardim da autorrealização…

Imagem relacionada

Quando se procura, inicia a cura… 

Iniciamos o aprendizado quando cansamos do sofrimento…

Quando decidimos não mais ignorar ou suportar nosso sofrimento…

Quando escolhemos reconhecê-lo, aceitá-lo, assumi-lo, tomar conhecimento das causas, dos traumas, dos segredos e dos maus hábitos…

Quando procuramos pela cura… Quando pedimos e aceitamos ajuda…

Quando buscamos cuidar de nós mesmos, por falta de opção, por intuição e corajosa decisão, por respeito e propósito, por amor e consciência…

Claro que é difícil, duvidoso, moroso, doloroso transformar o sofrimento em autoconhecimento, saúde e qualidade de vida, alcançar uma certa paz e a consciência limpa…

Mas o sacrifício, a vontade e esforço legítimo, o sagrado ofício de se transformar num são ser… humano… é a via para retornar ao lar que és tu em si… é a entrada-saída para o caminho da paz interior… é o propósito-desafio da vida… perpetuar o que é são e vivo, por meio da constante e contínua transformação, evolução…

As travessias ensinam sobre o caminho consciencial… que é realizado sob nossos pés… além da mente, aqui no agora com a fé no coração…

Todo dia é oportunidade para aprender… Toda noite é oportunidade para desaprender… Todos os dias, um de cada vez… desapegar, discernir e rejuvenescer…

Gratidão… Graças a Gratidão…