a nOw aMe n t e

T O D O S O U O UM : OM E S M O U T R O

Conto Zen: Dar e receber

Um professor de Zen, após anos como orientador de um aluno particularmente sensível e sábio, resolveu lhe dar um presente:

“Estou ficando velho, em breve morrerei. Para simbolizar sua sucessão a mim como mestre vou lhe dar este livro valiosíssimo.”

O discípulo, entretanto, não estava interessado em livros:

“Não é necessário, obrigado, mestre. Eu aceitei o seu ensinamento como o Zen que prescinde a palavra escrita. Gosto de sua face original. Fique com seu precioso livro.”

O professor insistiu, e afirmou, orgulhoso:

“Este livro atravessou sete gerações, é uma relíquia! Por favor, fique com ele como um símbolo de sua aceitação do manto e da tigela!”

O outro apenas disse:

“Está bem, dê-me o livro.”

Ao recebê-lo, o discípulo simplesmente atirou o livro no fogo próximo, queimando-o. O
professor ficou chocado. Gritou para o aluno, indignado:

“Como pôde fazer isso?! Era uma peça inestimável de conhecimento!”

Foi a vez do sábio discípulo ficar indignado:

“Como podes dar mais valor a papel e couro do que àquilo que me ensinastes diretamente, de forma pura? Ensinar uma sabedoria que não se pode praticar é como agir sem coração, e não ser nada mais do que um repetidor de textos sagrados. Tu me deste um objeto, e eu usufrui dele como considerei adequado. Como podes ficar indignado com um simples ‘dar e receber’?”

L u z E s C u r a

quanto

mais eu

menos em si.

quanto

mais em si

menos eu.

menosÉmais: o si, síntese.

Eterno Escaravelho

e cara…

são máscaras, caras demais.

cara a cara, a carapuça

encara e te desmascara.

o cara é caracol

sol e solitude

profunda altitude

alta profundidade.

ex-cara-velho e terno, é o cara.

 

gosto A gosto

[​IMG]

estou agosto, sou estação, esta ação.

2 lados do 1

não – é sim ou não.

sim – é não e sim.

Se não Há.

buda

tudo… um excesso que esvazia. tudo… um vazio que excede.

o nada que é todo… é o ser que somos… opostos em coesão, energia criativa em sinergia e expansão.

eis o estado de ser incognoscível… que a qualquer momento… é acessível no transparecer de sua presença… o ambíguo encontro consigo mesmo.

importante é centrar-se… no ser que habita este habitante…

sendo observador dos hábitos que em si orbitam…

sincronizando a sua orbita com a esfera celeste…

no interior deste campo unicamente universal…

simplesmente paradoxal… é em ti o tao.

AudíVel: GraçAbsurda

buda borboleta

em campo aberto e portões entreabertos… o caminho do meio.

a vida é justa… no estreito caminho do ser.

De Lá eu vim, pro Lar eu vou.

Serbia - 10 Really Amazing Cozy Hand-Built Houses!

vamos pra vida, vamos à luta…

rumo à cidade grande, mundo afora, ao exterior…

sem deixar de habitar o interior…

eu vou, eu voo, eu sol, eu sou…

 

*Casa construída sobre a rocha, no rio Drina, Sérvia.

Onírica Sincronia

liber

gratidão aos guias… porta-vozes da criação…

espelhamentos do nosso coração…

Amor: Amores e Amoras

que honra, amor paternal

que especial, amor maternal

que doce, amor infantil

que furacão, amor de verão

 

que perigo, amor doentio

que vício, amor platônico

que tensão, amor carnal

que phoda, amor passional

 

que tesão, amor-próprio

que paz, amor fraternal

que troca, amor solidário

que raro e são… o incondicional