Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: amor é lei

O espelho – Meri Pellens

Olhar e reconhecer… Descobrir-se e conhecer… O ser que é repleto amor por você…

“Olho para o espelho
Vejo quem sempre vi,
Mas nem sempre conheci:
Criança assustada, medrosa,
Da vida e do amor gulosa,
Jamais senhora de si.
Acertando com próprios erros
Em solidão com esmero
A espera de um porvir
Mais feliz, quem sabe a sorte
Traga antes da morte
O que da vida somente quis.

Olho para o espelho
Vejo quem nunca vi,
Mas sempre esteve ali.
Plantado em mim estava
O sonho que sempre sonhava
E que jamais esqueci.
Ao Seu lado eu dormia
Dos males me esquecia
Ele velava por mim.
Eu sei que além da sorte
Mesmo depois da morte
Amando o Amor serei feliz.”

 

Por Meri Pellens do Blog Reolhando a Vida.

 

A morte? Amar-te.

IMG_20190407_150239_264

Vem ser amor.

Vencer a morte.

Vem sendo…

 

* Mandala: “Om Mani Padme Hum”, que desenhei em 06/04/19.

Sou um todo… ao incluir o outro.

Aquilo que não liberto, me consome.

fluindo

A energia da vida, o rio do amor… tem uma legítima condição… passar espontaneamente livre, incondicionalmente… mas ao impedirmos que ele flua… que ele circule, que passe por nós, desfazendo os nós… o condicionamos e a ele nos apegamos, nos cegamos, inflamamos, viciamos e nos aprisionamos… mas o inocente selvagem… não pode ser trancafiado – não se pode parar o impermanente – não se pode deter e ficar para si o que não é seu por natureza… o amor, nascido para fluir, renascido para livre circular… renascente para passar adiante… é simplesmente uma fluida pureza no ar que se respira… que vivifica, que sustenta e transforma… tudo e todos em perpétua vida…

“Amar o todo,

o tempo todo.”

Todo tempo amor.

Em última instância, naquela estância maior… Mesmo incerto é preciso perdoar todos os atos e todos os outros… E assim, continuando a vir-a-ser contínuo… Um todo… O amor como um todo… Repleto-vazio em si…

 

* Diálogo poético com o querido blogueiro Mariel Fernandes. Publicado originalmente em setembro/2014.

* Imagem de satélite do golfo de Cambridge, Austrália.

Abrace aquele… que tu és.

“E de olhos fechados, o que é que você vê?

Você é de verdade ou só o que mandaram ser?”

Imagem relacionada

não a mando.

sim amando.

Imagem relacionada

Desabrochando no coração da vivência… Perfumando no ar da consciência… Em si florescência.

 

* Citação da canção “Abrace a sua sombra” – Fresno.

Recebendo-me inteiramente.

Abro-me para a luz da consciência que é em mim… E ilumino as sombras da ignorância que amedrontam-me…

Imagem relacionada

Já está em mim

aquilo que procuro.

Aceito-me como eu sou

e assim me curo.

Sigo a me curar

encontrando-me

a cada instante da vida.

Viva! Eu sou em si a vida…

Adeus. Agora.

Há uma fonte em nós… Laço infinito e terno… Perene silêncio da voz…

Imagem relacionada

Adeus velhos tempos. Agora nova era.

A nós, outros ventos, novos laços, um todo ser.

Entre velho e novo, entre…

Em si sempre… é nova era.

 

* Imagem do filme “Fonte da Vida”

Que seja novo!

IMG_20181231_102340_958

reNove

iNove

em 2019!

GratiDão

GratiDom

GratiDou

Esclarecido Silêncio

“Deixe a beleza de amar ser aquilo que faz.” Rumi

Imagem relacionada

no silêncio…

todo aberto no centro de tudo.

no silêncio…

o sentido em toda e qualquer direção.

no silêncio…

todo e cada lugar é aqui-agora

o teo-lugar, o lugar em si

 

“As palavras são um pretexto. É o vínculo interior que atrai uma pessoa a outra, não suas palavras.” Rumi

Que pena, que leveza.

Imagem relacionada

“A vida não pode ser um conta gotas na tua mão
Uma chuva que não chove, um sol que não sai
A vida não pode ser medida com precisão
Motor que não se move, nuvem que não se vai”

A vida há de ser uma gota em mar aberto, na tua mão

Chuva que sempre molha, sol que sai e sempre vai

A vida é precisa na sintonia do ser com o coração

Amor que nos move, nuvem que vem e vai

 

* Diálogo com a canção “Nuvem” – Humberto Gessinger

Seguir viagem, dar passagem…

“Verdadeira Vontade, Verdade em Si.”

Imagem relacionada

“Além do meu olhar, a Visão.”

Amigo do silêncio, amigo da noite, amigo da sombra, amigo da lua cheia… que nos permite ver a luz… sem queimar os olhos…

“Somos Luz em Ação.”

A esposa do dia é luz da madrugada… trevas é a nossa natureza bruta e dual… que rivaliza ao invés de unificar… e continuar presente, na presença da perene transformação…

“Buscador é aquele que ouviu o Chamado Interior.”

Atravessar uma dor profunda, um medo e sofrimento mal entendido… é chegar ao outro lado… da margem do rio… é dar fim ao propósito, encontrar enfim o princípio em si… o eterno infinito…

“Não tenha medo, Seja o Meio: InteiraMente.”

Imagem relacionada

“Verdade e Amor. União e Paz.”

Seguir viagem, dar passagem a Luz…