Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: aurora

Ora! Aurora!

A fotografia impressionante de uma aurora boreal em forma de

Das cinzas, uma centelha… Chama…

Da crisálida, uma alada… Sopra…

Da madrugada, um feixe da fênix… Sob o ar da graça…

 

Foto: Aurora boreal na Islândia, em 2019, por Hallgrimur P. Helgason.

Claramente.

Alva aura. Alma aurora.

Imagem relacionada

alada.

amada.

iluminada.

 

silenciosa.

borboleta.

alvorada.

 

Estado de graça, de gratidão. Dê graças, dê gratidão.

 

Caí. E de novo caí em Si.

“Esqueça as curvas da estrada de Santos. Desarme as armadilhas, não me peça explicação. Esqueça o roteiro, não pergunte que horas são, eu não sei.”

Com o desconhecido… aprendo a me conhecer…

Com a pedra… aprendo a me lapidar…

Com a perda… aprendo a não me perder…

Com a derrota… aprendo a deixar ir…

Com o fim… aprendo a deixar vir, enfim, a manhã seguinte…

 

“Se tu quiseres saber quem eu sou. Me dá a tua mão. Vem viver, vem lutar lado a lado. Vem aprender a ganhar e a perder lado a lado. Do meu lado. Me dá a tua mão. Me proteja e terás proteção. Minha mão, meu irmão.” Humberto Gessinger

Em céu jardim…

No colo da mãe, uma rosa florescida… Exalando um perfume de eternidade… 

Stefan Lochner (Hagnau c. 1400/1410 - 1451 Colónia): Madonna de Rose Bower, c.  1440 - 1442, carvalho, 50,5 x 40 cm.  Adquirida em 1848 como um legado de FJ von Herwegh.  Inv.  não.  WRM 0067. Foto: Rheinisches Bildarchiv.

Abri a correspondência.

Desdobrei a mensagem.

Vi, li, recebi… o silêncio sagrado.

 

* Pintura: Stefan Lochner, “Madonna of the Rose Bower” (1440 – 1442)

Cruzar e Florescer: Perfumado Mel.

“A rosa dá o mel às abelhas.”

Imagem relacionada

eros.

rose:

o ser

Imagem relacionada

“O símbolo da Rosa Mística é que se um homem cuida da semente com a qual ele nasce, dá-lhe o solo certo, dá-lhe a atmosfera certa e as vibrações certas, move-se num caminho certo, onde a semente pode começar a crescer, e o final do crescimento simbolizado como a Rosa Mística: Quando seu ser floresce e abre todas as suas pétalas e libera sua bela fragrância.” Osho

p r e zen c i ando

water

sem mais nem menos

a vida se faz temporal

em sua presença aurora

obviamente aqui no agora

simplesmente paradoxal