Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: caminho interior

Tudo é processo. Tudo se transforma.

Afinal é como no princípio: circular.

Resultado de imagem para pegadas no deserto

“Cada escolha, uma renúncia”… Uma só colheita.

 

Cada passo adiante

Um passe adentro

Uma pegada desapegada.

 

Sucesso é seguir presente… Em seu processo.

Autenticado por Ti.

Há lei da vida. A lei dá vida. Seja legítimo.

Resultado de imagem para autodescoberta

Quando mais é menos…

Sendo mais ativo e menos reativo…

Somos vívidos, estamos vivos…

Imagem relacionada

Independente do que passou, dê um passo adiante… pois passagem é…

Sou a resposta da própria questão.

Este texto, são comentários que fiz a respeito da poesia Olhei para dentro de mim, estou cega. do Blog Antagônicos.

O caminho é um só… interior.

Esvaziar-se daquilo que nos esvazia – que nos transborda de vazio existencial – é o que nos torna um repleto-vazio. (Em síntese, um paradoxo possível de síntese.)

É tempo de formatar nosso hd… Tempo de lavar a alma… É tempo de limpar a consciência… Tempo de fazer as pazes consigo mesma… É tempo de transformar o veneno em antídoto… Tempo de retirar a pressão da nossa depressão e dar vazão ao que nos faz respirar… Dando luz as nossas sombras, iluminando-as… Esvaziando-se das fantasmagóricas memórias escondidas, despindo-se dos inconscientes registros históricos em nós… É tempo de atravessar as fronteiras da mente, nossos véus, camadas internas, reconhecendo o mórbido, a morte, sem morrer fisicamente… Tomando coragem, tomando conhecimento, tomando consciência… De que a vida é do princípio ao fim um aqui-agora.

É tempo de desenterrar o mal passado e os males dos antepassados em nós… uma série de zumbis que habitam em nós… É tempo de dar passagem a vida… É tempo de dar vida a nossa vida… É tempo de fazer a faxina em todos os corpos – mental, emocional, espiritual, físico… É tempo de atualizar a nossa versão… ser a versão renovada…

Sabemos que é muito difícil, confuso, sofrido, quase inacreditável… mas a verdade está em nós, a saída é para dentro e ao cairmos em si, seguiremos autênticos, pois encontramos o sentido da existência… e aí sim, se aceitando, se assumindo, se pertencendo pelo mundo afora…

É tempo de cura, de transformação e libertação… Dar liberdade de sermos quem somos: mutáveis, passageiros passantes nesta retornável passagem… Não este acumulo de sofrimentos, enganos e medos, mas uma pessoa com seu espaço aberto de paz e amor… aqui-agora a sempre se realizar…

Resultado de imagem para a ponte de argenteuil monet

A questão que nos limita é o porque? porque isso? porque assim? porque eu?

A libertadora questão é como? como é? como sou? como sair? como mudar? como seguir em frente?

“O problema não é encontrar a resposta, mas enfrentar a resposta.” Terence Mckenna

Questionar é importante, mas conhecer sem resistência é prioridade.

 

* Pinturas de Claude Monte, com temas sobre a “ponte”.

“Voe pra você”

Ama tua metamorfose, rara borboleta… Lagarta largada… Vai afundo em sua crisálida e volta… Borboleta rara…

Resultado de imagem para borboleta segue as antenas

A lagarta, largada no mundo… mutável por natureza… consome a tudo até consumir-se e largar o mundo do qual foi formada…

E em seu mundo interior adentra – perde-se, se desfaz e cai em si… se refaz e reencontra-se, cria asas e alarga-se… pelo novo mundo que se formatou…

Pelo mundo novo que carrega no céu-olhar e em céu-coração… com as experiências transformadas em asas… segue livremente de flor em flor, autoconsciente por amor… segue as antenas…

 

* Inspirado na canção “Menina Largata” – Supercombo

Tudo Muda Repetidamente

…desaba ~ desabafa ~ desafia-se ~ desperta ~ desapega…

Mata selvagem

Vida inocente

Caminho interior

 

“Assim como o sol nasce e se põe, um dia não é igual ao outro. Somos e fazemos parte da natureza. Estamos mudando constantemente. Participamos dessas mudanças diariamente. Precisamos estar atentos, presentes e conectados para observarmos essas mudanças que, ao longe, parecem tão insignificantes, mas, quando estamos conscientes, são tão reveladoras.” OceanoInterior.com

Por ele.

7b53bcad7a2e582e58b5466694cfd3d7

Olhando de frente, com as mãos sobre o peito, o mestre falou:

“Este é o caminho… caminhe por ele.”

 

Desviamos incontáveis vezes, para lados diferentes, paramos, corremos, fugimos, tropeçamos, caímos… mas ainda assim, do fundo nos reerguemos e voltamos a seguir caminho adentro…

A céu aberto.

É de mão dupla a via única…

Imagem relacionada

vê e dá

a vida…

envereda.

 

Amar é um refúgio a céu aberto…

g r A TI d ã o

Escreva as palavras que você precisa ouvir.”

Imagem relacionada

GRATIDÃO:

LUGAR

DE GRAÇA

 

Todos nós temos uma história para contar. Contar essa história é a nossa jornada.”

 

* Citações: Karina Heid – O Caminho Interior

Voltas e Reviravoltas: Caminho de Volta.

Dê a volta por cima… Dê o ponto por dentro.

Resultado de imagem para Duy Huynh

Coragem para reconhecer o que feriu, cuidar do ferimento e curar o ferido.

Estamos sempre a caminho… No caminho de retorno… para si mesmo.

 

Sabedoria é conhecer a verdade. A verdade é saber quem tu és.

Paz profunda… Pacificando se aprofunda.

 

* Obra “Capítulos Transformadores”, de Duy Huynh

A palavra-chave: verbo.

Deixa de ser como imagina, pensa e acredita ser… Deixando ser como é…

Imagem relacionada

no deserto

o andarilho

anda no trilho.

 

em sua trilha,

nu deserto.

 

Olha e vê… aquele que olha e como vê.

Imagem relacionada

Por aqui, por ali e acolá… repetida e diferentemente buscando, trilhando, tropeçando e caindo fora de si. Até que num dado momento, durante o aqui-agora, cai em si – no silêncio deserto, espaço-templo aberto, centro aberto. Acorda pra vida que em síntese é em si.