Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: chama da vida

Vivo o Vivo

A vida chama. A chama dá vida. Eis a chama da vida.

Resultado de imagem para chama da vida"

A vida vale a pena ser vivida?

A vida vale a pena ao ser vivida.

E como é que se vive a vida?

Dando vida àquele que é… como a vida é.

 

Ao vivo. Ao todo. Agora.

Olhe e veja quantos olhares há…

O sol se põe, se expõe e… Impõe a chama da vida…

Imagem relacionada

A mudança sempre vem…

A mudança sempre vai… voltar.

 

Por vezes, de modo resistente a gente se revolta.

Noutras, de maneira resiliente a gente se transforma.

 

A mudança torna possível a vida

Torna viável a nossa existência.

Mudando a vida permanece…

Chama que é Xamã

Lutamos contra a doença e morte. Pacificamos com autoconsciência e amor.

Resultado de imagem para chama fogo xamã

zelo

e

cura.

zero

e

um.

Imagem relacionada

A vida é ciclicamente contínua… Se caotiza e reorganiza-se… Dá vida as vidas… Nascendo e morrendo, está sendo num renascendo…

Mestre Caminho

Fogo transforma… Transforma fogo em luz…

Imagem relacionada

Há uma fonte perene…

Há um ancião em mente…

Há um inocente presente…

Que chama de coração…

Que é chama do coração…

Chama, chamas… Inocente ancião…

 

Chama… Acenda a chama… E ascenda à chama…

Incendiando-se de Vida

O céu não é o limite, sua mentalidade pode ser, pois a mente também é ilimitada…

Dançarina de fogo na ilha de Guyam com a Via Láctea no fundo

Dançarina de fogo Jay na ilha de Guyam 10

Dançarino Kevin Jay Rama do fogo de Isla Kalayo (ilha do fogo) na ilha de Guyam, Siargao Filipinas.  Depois de filmar a Via Láctea na ilha de Guyam e tirar algumas fotos de Jay (dançarino de fogo) em Viento del Mar, quero melhorar minha foto de ambos.  Finalmente eu tive a ideia de combiná-los e assim levar Jay para Guyam.

Dançarina de fogo na ilha de Guyam com a Via Láctea no fundo

* Imagens do Dançarino de fogo Kevin Jay Rama, na ilha de Guyam – Filipinas.

É presente. Hoje e sempre.

É moroso, doloroso e amoroso… o caminho.

Imagem relacionada

Para voar

Tire as penas

E dê asas.

 

Leve para sua vida o que valha a paz… Eleve o voo… Tua chama interior é pássaro de fogo…

Chama. Ama.

Chama por aquilo que procuras… E curas… Chamar… Amar… Chama de vida… Chama… Chama por ti… Ama-te…

Imagem relacionada

Procurar a verdade. Descobrir a verdade. Conhecer a verdade. Revelar a verdade. Ser na verdade… dói, é doído desconstruir todo o mal entendido… Mas assim desdobra-se em verdade, na vida, no caminho…

Assumir a nossa verdade, assumir-se como somos… é tomar consciência e se tornar em sã consciência… revisitando-se, resgatando-se e transformando  tudo o que nos foi imposto, o que foi mal formado e deformado, tudo o que nós mesmos deformamos, encobrimos, negamos, rejeitamos, abandonamos… purificando tudo o que não seja verdadeiro, o que não esteja em conformidade com a lei da vida, do amor, que em nós é o que somos…

Na verdade, errar e acertar são polaridades de um só caminho… O caminho da autoconsciência… Existindo nesta realidade dualística, experienciamos a tal Árvore do Conhecimento… Caindo em Si e Despertando, vivenciamos a realidade holística, ascendemos (retornamos) à tal Árvore da Vida… Realizando a verdade, por meio da Autorrealização…

Nenhuma palavra é o Silêncio. Mas em toda palavra está o Silêncio.

Acorda e Levanta

“Nós temos duas vidas, e a segunda começa quando nós percebemos que só temos uma.” Confúcio

Phoenix subindo da tatuagem de cinzas

Tantas vezes sonhei, mas não acordei…

Quantas vezes acordei, mas não levantei…

Todo dia… Acordar pra vida e… Levantar-se de cabeça erguida… Pois há subida e há descida… Mas no caminho do meio, comigo mesmo, consigo mesmo… Pois “eu sou a vida, a verdade e o caminho”…

Eleva da Lama. Lavando a Alma.

Zelando… Zerando… Zen ando…

Imagem relacionada

em si, em tempo

em paz, em silêncio

em luz e sombra:

o espaço-templo.

 

* O Templo Dourado em Amritsar – Índia. O lugar sagrado dos Sikhs.

Com Um. cOMum.

“A busca pela comunhão com todas as faces”… que é em si sem rosto.

Imagem relacionada

“As pessoas são como as três borboletas em frente da chama da vela.

A primeira se aproximou da chama e disse: Eu sei o que é o Amor.

A segunda tocou a chama com as suas asas e disse: Eu sei o quão doloroso pode a ser a chama do Amor.

A terceira jogou-se no meio da chama, e deixou-se devorar. Ela sabe o que é o verdadeiro Amor…”

 

* Citação do filme “Baba Aziz”