Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: espontâneo

Oportuno agora oportunizO

 Nada mais que agora. Agora e nada mais.

Resultado de imagem para kairos grego

Rotina<< >>Coisas Novas

 

A cada dia.

Noite e dia.

A vida inteira.

 

O infinito é feito de todos nós… Somos o infinito feito finitude, efeito borboleta…

Continue. SimpliFique…

IMG_9649.jpg

simplificar
ficar simples:
nudez inocente.

contínuo desnudar
ficando nu e cru:
ventilando serenamente.

simplesmente
estar sendo:
por agora somente.

 

Dizem que “a simplicidade é o último degrau da sabedoria”.

 

* Inspirando e dialogando com o poema Simplificar de Irina Marques.

* Arte de Irina Marques.

Renunciando. Tomando posse.

“Se o teu olho for simples, o teu corpo será luminoso.”

Imagem relacionada

Antes entardecer, depois noite.

Antes noite, depois amanhecer.

 

Ser… enobrecer… Sereno… nobre ser…

Em paz, entregue.

Imagem relacionada

Qual é o sentido?

“O sentido é… daqui para frente, de agora em diante, em si para sempre.”

E o que foi?

“Será, se ainda é…”

 

Sorrio. Só rio. Sorrindo.

de contentamento…

sorriso-buddha

compreendendo

espontaneamente

o sorriso do coração.

Sente-se no Caminho…

Resultado de imagem para SENTAR-SE NO CAMINHO MEDITAR

enquanto se está sendo…

aqui no agora, a presença…

passado e futuro, o presente são…

em si presenciado, por ti presenteado…

 

Enquanto amo, perdoo. Enquanto amo, compadeço. Enquanto amo, agradeço. Enquanto amo, sou aquele que sou: inteiro amor.

Simplicidade

borbo

Apreciar as coisas simples…

É simplesmente mais simples.

Não leve, não leve.

Não leve a sério

Se não há graça…

 

Equilíbrio é… simplesMente Ser… flexível…

Dentro da questão não há questão.

10255dunas

Na teoria, a questão é ser prático…

Mas na prática, somos mais teóricos…

Ser é ser, sem questão… 

Viva! É vivo o boneco de neve!

Sinceridade de criança

Um poema espontâneo…

Clara em neve

E doce gemada…

Amada vida em seu gesto efêmero

No silencioso sorriso de boneco…

Gelo que segue derretendo

Ovo que segue renovado…

 

* Inspirado no poema Boneco de neve de Cristileine Leão – Blog Depressão com Poesia