Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: fênix

“Antes lagarta, depois crisálida, agora borboleta!”

Você cresce, depois de muito peso, cair no fundo, se desfazendo e refazendo-se adubo, vai em direção ao mais alto, nobre e leve futuro…

Com a permanente mudança você muda, depois de enraizar-se, planta nova muda… mesmo no óbvio incerto, se dá o presente aberto…

E agora continuamente, segue em frente, reconhecido, aceito e renovado… desapegando do profundo passado, apontando ao elevado futuro… o desconhecido presente é simplesmente fonte criativa, luminosa… mesmo neste espaço obscuro… pois é ele-ela… senão, aquele um todo… que nos dá a luz…

Gratidão encerra o éter-no princípio: Amor…

 

* Título do livro de Laurência Santana – “Antes lagarta, depois crisálida, agora borboleta! Uma vida de superação”

Encontrando Consigo

Resultado de imagem para mandala tigre

paz e amor

o encontro

em harmonia

 

Destino: novOMundo

Imagem relacionada

ser

de fé

ser

feliz

ser

fênix

 

Vivendo aqui-agora é de toda forma um presente…

 

* Foto: Ônibus de transporte público em Curitiba-PR.

A Gosto…

Sol aGosto

Céu aGosto

Sal aGosto

Imagem relacionada

Céu a frio, enraizamento interno, vazio externo…

Sol inverso, calor interior, profundo inverno…

Enfim, acaba em cinzas, mas como sempre renasce em cores…

A nossa temperada primavera agridoce…

 

* Inspirado no poema Dias de agosto  do blog AGRIDOCE G.

 

EsvaziAndo o Casulo

Tenho três notícias para compartilhar contigo. Uma refere-se ao passado, outra ao futuro, e a essencial é referente ao agora:

A primeira notícia é que… está morta a lagarta.

A segunda… está viva a borboleta.

A terceira é… que esta metamorfose, diz respeito ao ser que eu sou…

Lar veicuLar

Ver a imagem de origem

somos portadores, porta-vozes…

do tao portal… primordial…

meios de ser o ser inteiro…

que é em si o essencial…

 

Qual é a tua mensagem? Qual é a tua missão? Qual é a tua? Onde há fumaça, há fogo… é chama viva…

A chAve Mestra… Está em Si.

[Perdão vem do Latim perdonare, de per-, “total, completo”, mais donare, “dar, entregar, doar”.]

Imagem relacionada

Portanto, perdoar é… entregar-se totalmente, doar-se por completo… dar o amor que nos habita, que é a fonte viva, inesgotável e renovável de vida… a nascente cristalina em nós…

Quando se perdoa… doa-se gratuitamente, revelando-se na graça, ao elevar-se e ao mesmo tempo, caindo em si… se encontrando no centro-aberto, no vazio-repleto… rompe o casulo, causando o efeito borboleta… dando asas, renascendo ao ser em si vivente, o ser inteiro, ser divinamente humanizado, aquele ser desperto… que em nós é luz… o iluminado…

Perdoar transforma as penas em asas… O perdão desperta a fênix, incinera o mórbido, incendeia o vívido… “É dando que se recebe”… Dê a chama ao que te chama… Chama o que te põe em chamas… Contínuo expoente… Aqui-agora desde sempre para sempre… Por ser Aquele que Sou, que É…

Perdão é perder o medo de amar, perder o medo da morte e vida, é a chave mestra para o renascimento e sua libertação… Recebido na doação, entregue a compaixão, Tomado pela gratidão…

Mar de pérolas, Chuva de cicatrizes

https://anovamente.files.wordpress.com/2018/01/604f9-pc3a9rolas-lool.jpg

chegAndo mais perto do alto…

onde o agora se enraíza…

ao presente que sempre é: presença…

 

O número de pérolas é proporcional ao número de cicatrizes…

Dia a Dia! Não Adia…

desperta para o nOvo
pois nOvo sempre É…

Não sinta, sintas…

Não sinta… pena de si…

Sintas o Sopro… que É em ti…

Sinta o Voo… que é Si mesmo…