Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: gavião

Ser inocente. Ser amor.

Aprenda que é sempre aprender.
E saiba que é sempre saber.

Somos veneno e antídoto.

Ignorância é veneno.

20190926_153940

Estamos no caminho

Quando estamos em si.

Onde estamos? Onde está?

 

Conhecimento é antídoto.

Avista A vista

Resultado de imagem para gavião no alto

A vida é…

Uma brincadeira de “esconde, esconde”…

Onde não se pode ser descoberto…

Mas deve se descobrir…

gavião

No alto do templo piramidal… Avisto o gavião repousar sob o sol a pino… Avisto a vista… Avisto-me…

 

* Foto do “Gavião encarando o Beija-flor”: Ciro Xavier da Costa/VC no TG

Os sinais estão no ar…

Imagem relacionada

viajando para o sereno interior…

gavião pousa no alto… do amanhecer…

borboletas celebram… no colorido jardim da consciência…

sobre a ponte do caminho… um sincero coração aberto…

encontrando o besouro buscador… rumo a morada do silêncio…

Resultado de imagem para coração sincero do buscador

 

“É o FINício…”

No fim, o princípio…

Ah! Sim… é um longo caminho, de passos únicos… dê passos certos… certos de sua escolha… e que venha a colheita…

20190101_232605

Alta estrada

Pousou e voou:

Um gavião…

De coração

De volta pra casa.

 

Honrar é Aceitar-se

Imagem relacionada

Honre o teu passado… Aceitando aquele que tu és.

Honre a origem e teus ancestrais… Aceitando este aqui-agora… Como a legítima e gratificante realidade… A se vivenciar… Criando, transformando e desfrutando… Celebrando e Consagrando-se…

Aprendendo e ensinado a Sabedoria – em Si – Perene… A presença presente na escola da vida…

Realizando-se em vida… Ao permitir que a vida possa espontaneamente circular… Inovando e se Renovando… Sendo por princípio, finalmente, o próprio Lar e-terno Lar…

 

A Cura está no Encontro com Aquele que proCura-se…

Matriz e Força motriz em Si

Imagem relacionada

Que o nosso gavião… Dê fim a cobra que habita em nós…

O ser fiel e alado… Voa alto e livremente… Por vencer o duelo com o ser desleal e rastejante, diariamente, a todo instante…

A existência não resume-se a “matar um leão por dia”, mas a salvar a sua integridade… todo dia… 

Por uma vida, una vidas.

Imagem relacionada

Por vezes a vida (unicamente múltipla que só ela)…

Pontua, põe ponto final… Ou seria ponto e vírgula?

Com ela faço rascunhos, interpretações, exclamações, reticências…

Mas cedo ou tarde retorno às interrogações e à fonte criativa.

No prefácio, parece rápido, fácil…

Porém, o sumário é sumério, segredos do mistério…

Onde termina o princípio?

Qual é o meio?

Aonde começa o fim?

E assim, capítulos rolam, uns enrolam outros desenrolam…

Figuras, personagens, riscos, teorias… Citações, traduções, justificativas ocupam longos parágrafos…

Apesar das leituras e releituras… há letras, linhas, entrelinhas, significados… sentidos que permanecem codificados em aberto espaço…

Palavras erradas, não escritas, mal entendidas, revisadas, nem sempre, quase nunca compreendidas…

Páginas e mais páginas difíceis de serem enumeradas… mas ainda assim escritas…

E a capa dura, mesmo que não ceda, envelhece e há de se dobrar ou cair naquele dia…

O livro, dura o tempo que durar… Simplesmente por cumprir o seu papel de mensageiro da vida…

De repente num tao não-lugar há de se completar histórias…  A causa e-feito poesia… A página em branco comunica além das palavras… encerra o princípio em si… 

 

* Texto revisado, publicado originalmente em 23/04/2014.

A seguir, continue em Si…

Imagem relacionada

Entrei na dança das borboletas… E não saí mais de Si…

“Céu azul, sol a pino… No alto do décimo sétimo andar… Primeiro: o pássaro negro despontou. Segundo: a borboleta apontou. Terceiro: a libélula pontuou… Às 11, dia 11, abril… outra porta do aberto caminho sincrônico… novaMente segui os sinais das sincronicidades…”

Agora continue em Si, A seguir continue em Si… Silêncio, Sintonia e Sinergia… em Síntese: Sincronia…

 

Um sinal de que ingressamos no caminho da autoconsciência, de que estamos no processo de despertar da consciência… é a percepção e o aumento de sincronicidades.

“Quanto mais ficarmos no tempo presente, mais teremos a oportunidade de constatar e observar as sincronicidades, os sinais que nos indicam o melhor caminho a seguir.”

 

* Relato poético, de um evento sincrônico que vivenciei dia 11/04/2018.

“Fé cega e pé atrás”

Fé… é onde a força de vontade É…

Fé… é onde o foco é o que É: Visão…

Fé… é um estado de Consciência, o estado Uno…

Crer para ver e Ver para crer…

Ser para estar e Estar para ser…

Nada para e para Nada…

“Nada é uma palavra esperando tradução…”

 

Fé não se resume a acreditar em algo além, algo maior… mas estar em si com este algo além e maior…

Fé não se trata de obediência a dogmáticas leis… mas de seu estado de Consciência em conformidade com a Lei…

Fé é um estado de clareza e confiança, coerência e inocência… paz e humildade… olhar e ver as sombras que nós projetamos, ouvir e escutar o silêncio que nos fala… “Uma luz que não produz sombra”…

Fé se experiencia… quando estabelecemos a conexão com a Fonte em Si, o Íntimo além de ti, Um Todo em síntese… em fina Sintonia e pura Sincronia… tua verdade na realidade, em harmonia…

Ponha-se à prova e prove-se… conheça o que Há em ti… vivencie o que É em Si…

 

* Citações de Humberto Gessinger