Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: grande mãe

Pai e Filho. Graças a Mãe!

Humilde mestre. Humilde aprendiz.

Resultado de imagem para dança cosmica hanuman

UM. MIL. HUMILDE.

 

Quando dois amigos fazem as pazes por…

Quando duas almas reencontram-se por Amor…

Quando dois seres retornam à fonte… Sendo um são…

Entregues a dança… Dançando em paz… Um par… Impar…

 

Pai e Filho… Reunidos por Amor a Vida Mãe…

 

* Imagem: Hanuman (Deus-macaco) na tradição Hindu.

Ativa tua curAtiva Vida

Divino poder… De amor em todo e cada ser. Força divina… De cura e renascer da vida.

Resultado de imagem para mãe maria

Do coração, a criação…

Da fonte, o horizonte…

De si, o silêncio…

Da intenção à autorrealização…

Resultado de imagem para mãe maria

Você é merecedor do amor que sara a tua dor… Aceitando o amor que brota de ti e pacifica a realidade em que se habita… Na medida em que se permite curar-se daquilo que não lhe serve mais… Circulando ciclicamente… Curando continuamente… Entregue-se receptivamente… à tua Fonte…

Resultado de imagem para mãe maria

Por amor, com amor… Somos um sol coração…

Kali. Mahakali. Kali Ma.

Não se assuste, mas é terrível. Não se apavore, mas é uma força implacável… esse tal de tempo… devorador por natureza…800px-Kali_by_Raja_Ravi_Varma

tua

rua.

tua

lua.

toda

tua.

 

tua

vulva.

tua

pua.

toda

nua.

 

toda

toda.

tua

tua.

nua

nua.

 

Kali (deusa hindu, deusa mãe) é a forma feminina de “tempo” ou “plenitude do tempo”, o “aspecto variável da natureza que traz coisas à vida ou à morte”. Há variadas simbologias e representações deste arquétipo da Grande Mãe, o aspecto sombrio da criação, a “hora marcada”, “a noite marcada”, “azul profundo”, “a noite da morte”, a terrível força consumidora, devoradora, a destruidora de todos os males…

 

Caminhando a Fé.

Ave Mãe, Ave Maria… Amar, Amar, A Maria…

Com amor e tolerância.

Compaixão e paciência.

Com justiça e consciência.

 

O intuito é ser de graça… A intuição é de graça… A graça é ser como é… De coração, gratuita gratidão…

Em céu jardim…

No colo da mãe, uma rosa florescida… Exalando um perfume de eternidade… 

Stefan Lochner (Hagnau c. 1400/1410 - 1451 Colónia): Madonna de Rose Bower, c.  1440 - 1442, carvalho, 50,5 x 40 cm.  Adquirida em 1848 como um legado de FJ von Herwegh.  Inv.  não.  WRM 0067. Foto: Rheinisches Bildarchiv.

Abri a correspondência.

Desdobrei a mensagem.

Vi, li, recebi… o silêncio sagrado.

 

* Pintura: Stefan Lochner, “Madonna of the Rose Bower” (1440 – 1442)

Cruzar e Florescer: Perfumado Mel.

“A rosa dá o mel às abelhas.”

Imagem relacionada

eros.

rose:

o ser

Imagem relacionada

“O símbolo da Rosa Mística é que se um homem cuida da semente com a qual ele nasce, dá-lhe o solo certo, dá-lhe a atmosfera certa e as vibrações certas, move-se num caminho certo, onde a semente pode começar a crescer, e o final do crescimento simbolizado como a Rosa Mística: Quando seu ser floresce e abre todas as suas pétalas e libera sua bela fragrância.” Osho

Luz, Sombra e Ave

Imagem relacionada

Compreender a sabedoria de judas… O desafio de não trair-se e se perdoar… Integrar aquilo que é sombrio em nós…

Compreender a sabedoria de Maria Madalena… Despertar e unir o sagrado feminino, a essência criativa em nós…

Compreender a sabedoria de Jesus… Vivenciar a jornada, a metamorfose da alma, realizar a síntese conforme o mestre interior…

judas-and-jesus-9781594776571_hr

Maria Madalena, Judas e Jesus… Uma “Arquetípica Trindade”… A ser despertada, conhecida e compreendida em si…

Pai, Filho e Espírito Santo

 

* Ebook: JEAN-YVES LELOUP – Caminhos da Realização: Dos Medos do Eu ao Mergulho no Ser é centrado no tema do Complexo de Jonas, desvelando um caminho em direção ao despertar transpessoal, a partir de um amplo mapa dos medos do Eu, de nosso psiquismo pessoal. E mostra também que os habitantes das Sagradas Escrituras, além da dimensão histórica, são também modelos de nossos estados de consciência e de estágios evolutivos de nossa existência.

Some content on this page was disabled on August 22, 2019.

Nossa Mãe…

Imagem relacionada

Outro dia, tive uma visão…

Foi neste mês de outubro, mês do halloween, mês do meu aniversário e mês da padroeira do brasil: nossa senhora da conceição aparecida (arquétipo de virgem maria).

A visão foi justamente de uma figura feminina, negra e de manto azul… ela veio em minha direção, em meio a escuridão. E foi um encontro silencioso e acolhedor. Foi a primeira visão que tive deste arquétipo, mas não a primeira visão da grande mãe…

E tem haver com o meu momento de renascimento, dos tantos que temos durante uma vida, num momento onde sinto a necessidade de fortalecer a minha fé, a confiar no fluxo, vontade de ser mais íntegro e vontade de acolhimento, pois estou tratando novamente da minha criança interior…

Resolvi compartilhar, pois outras pessoas também tem e podem vir a ter visões… é inerente a psique humana… e com todo o respeito, eu não sou católico, devoto de santas, mas sou religioso… pois a vida para mim é uma jornada sagrada da alma… e podemos nos conectar à estas realidades/aspectos da existência… e entendo que isso são formas de percebermos que estamos no caminho, e que não estamos sozinhos… A realidade é em si simbólica e imaginal, a realidade é um sonho que se realiza… misteriosa e reveladoramente…

É preciso estar aberto, receptivo para que haja serenidade, graça, doação… mesmo que pareça impreciso, caminhar é preciso, o caminho é perfeito… em meio as nossas imperfeições…

 

Todos os caminhos levam ao mesmo lugar… quando se está inteiro em si…

Aquele que aceita-se sempre alcança.

Quem aceita-se, sempre esperança…

Imagem relacionada

A sábia anciã, o velho sábio, a sabedoria interior…

É aquilo que é: Princípio e fim em si…

Há uma centelha, o fogo da vida…

Uma chama… Que é a voz do silêncio…

O caminho em céu coração…

Somos chamados à vida pela vida… para atravessarmos os medos, os véus da ignorância… As entraves da negação… As feridas do abandono e da rejeição… A prova de amor é conhecer e compreender as causas da dor… A dor na consciência é a falta de amor… A falta de igualar as diferenças… A falta de integrar os fragmentos, unir os opostos… Que estão lá em si mesmo… Encontrar-se é senão, perdoar-se… O encontro é senão, compadecer com aquele… E agradecer por aquele… Que tu és… Amar-se é a essência do Amor…

E paradoxalmente somos completos: perfeitos e imperfeitos… Em processo de circulação… Fluindo e voltando ao princípio da renovação… Todo dia termina em noite, toda noite acaba em dia… Ser por Inteiro… é o fim, a finalidade do princípio, o sentido de ser vivo… 

 

Ouroboros: CorAção de Ouro

Nada levo. Ao Todo elevo.

Tudo vibra. Todo gira. Nada repousa.

O Rei de Copas no Tarot de Waite

Ando ReinAndo naquele Reino dos Céus… que habita o Caminho do Coração… Um brinde à Vida… Celebrando a liberdade de ser… Aquele que É: Vivo… Viva! Momento presente… Só presença… Silêncio repleto… Nada totalMente completo…

 

“As lâmpadas são diferentes, mas a luz é a mesma.” Rumi

“O amor é sempre a resposta.”

* Inspirado no Rei de Copas. Fonte: Clube do Tarô.