Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: harmonia

Rio a Caminho do Mar

Siga aquele que sabe o caminho… o GPS interior… Guia-Paz-Silêncio interior…

Resultado de imagem para o caminho do mar"

Fluindo o rio…

Confluindo sorrio…

 

flexivelMente se vence qualquer obstáculo.

De volta coração. De novo, agora.

Caminho de volta. Caminho de casa.

Resultado de imagem para caminho de coração"

Que eu leve fé no caminho…

Sendo fiel ao caminho…

Sendo leal no caminho…

Que no caminho elevo a fé…

 

Caminho… do coração. Caminho… de coração.

Caminho no Caminho

Aquele que não atravessa o próprio casulo permanece lagarta.

Imagem relacionada

Grato pela vida que vivo.

Não sendo ingrato…

Pela vida que não vivo.

 

Agora há um caminho. Agora é o caminho.

Mandala ❃ Mãedala

Pétalas sobre o jardim da alma… Perfumes no ar que se respira… Consciência circulando em florescência… Ó vida… Mandala viva…

Flower-Mandalas-by-Kathy-Klein_5

Flower-Mandalas-by-Kathy-Klein_3

Flower-Mandalas-by-Kathy-Klein_8

Flower-Mandalas-by-Kathy-Klein_

Flower-Mandalas-by-Kathy-Klein_4

Flower-Mandalas-by-Kathy-Klein_7

Flower-Mandalas-by-Kathy-Klein_9

 

❃ Mandalas de Kathy Klein. Fonte: lunelli.com.br/

É a gota d’água…

Vibre na tao frequência… Alta-mente… Autoconsciência…

É a gota d’água…

É o fim…

Realizando o princípio…

Ó Guerreiro! Ó Paz!

O guerreiro… faz do seu caminho, o céu caminho de ser…

Resultado de imagem para caminho do guerreiro

O guerreiro…

Depois de tantos duelos e tontos desvios…

O guerreiro…

Depois de árduas subidas e dolorosas quedas…

O guerreiro de coração… Com a tua justa e afiada espada…

Faz as pazes consigo mesmo… Instaurando a paz em sua vida cotidiana…

 

O guerreiro da paz, dá paz ao guerreiro… Oferecendo sua paz interior a serviço da existência… Pelo fim da guerra… Pelo princípio da paz…

Tao ser. Tao se é.

Resultado de imagem para tao caminho

Todos buscamos o tao equilíbrio…

Que além de universal é pessoal.

Cada um tem o seu ponto de equilíbrio

Cada sujeito é um universo sem igual…

Equanimidade do Ser

“Sê” e não “Se”, eis a questão.

Buscando a verdade,

seguindo a lei da natureza.

Buscando a lei da natureza,

seguindo a verdade.

Teu tino. Teu Destino.

Harmonizando-se… Abre-se e Recebe-se… Intuitivamente…

Resultado de imagem para bussola

Não há necessidade de sermos perfeitos…

Mas há necessidade de assumirmos nossas imperfeições…

E caminhar perseverantemente no aperfeiçoamento…

 

A bússola está no centro de ti… O caminho é agora e aqui, oriente-se… Silencie e testemunhe-se…

O Poder da Unidade

Imagem relacionada

Se duas pessoas fazem a paz na mesma casa, dirão a uma montanha: “afasta-te” e ela afastar-se-á, disse Jesus.

Eis o poder da paz, da unidade!

Que se pode fazer contra um homem tranquilo, unificado?

Que se pode fazer contra duas ou três pessoas bem harmonizadas?

As montanhas, as dificuldades, afastam-se. É como se tivessem o apoio de toda Natureza, do Uno que se manifesta em sua harmonia.

Antes de desejar levar a paz para a casa dos outros, é necessário começar em sua “casa”, fazer a paz com as partes “inimigas” de si mesmo, seja o instinto, a emoção ou o intelecto. Enquanto houver divisão em nós mesmos, não será que os obstáculos que encontramos são a expressão de nosso próprio caos?

Encontra a paz interior, dizia São Serafim de Sarov, e uma multidão será salva ao teu lado. Um homem tranquilo, um homem feliz é fonte de paz e de felicidade para toda a humanidade. O que não fariam dois ou três?

Para Clemente de Alexandria, “transportar” montanhas significa nivelar as desigualdades entre os homens, tornar possível o encontro. A Paz permite que a Unidade de todos os seres se manifeste no momento em que o temor ou a cobiça erguem montanhas entre eles.

A “fé que transporta montanhas”. Ora o que é a fé senão a Unidade da inteligência com o coração? A paz realizada entre esses “dois” que, muitas vezes, se opõem na mesma casa: o discernimento e a afetividade?

A fé é indissociavelmente, um movimento da inteligência para a Verdade e um ato de confiança. A fé é aderir com todo o seu ser ao que é reconhecido como verdadeiro e justo. Essa adesão íntima e total implica uma grande potência assim como uma grande lucidez: vai além da razão, mas não contra a razão. E o que tinha a aparência de montanha revela-se à luz dessa força clarividente e viva como um simples ninho de toupeira.

Jean-Yves Leloup