Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: Ian McCrorie

Conto: Sentido

Resultado de imagem para sentar-se a beira do caminho

O buscador ao encontrar-se com o Mestre, desabou e desabafou:

“Mestre, estou exausto, não aguento mais. Saí em busca de sentido, cheguei num lugar onde tudo fez sentido mas, ainda assim, perdeu todo o sentido, nada mais faz sentido. Mestre, qual o sentido afinal?”

“Sente-se”, disse o velho.

E aquele que busca senta-se.

“Sente-se”, disse novamente o velho.

E aquele que busca reencontra o sentido.

 

“Não se busca escapar. É uma oportunidade de estar consciente da  realidade. A coragem de não fugir. Estar em paz com esta realidade.” Ian McCrorie

“Ansiamos por paz de espírito.”

Lago das Cinco Flores, Parque Nacional Jiuzhaigou, província de Sichuan

Ansiamos por paz de espírito.

Quando pensamentos indesejados nos assolam

queremos erradicá-los.

Os pensamentos, no entanto não são o problema.

É a ânsia de estar em paz

que abre as portas da agitação.

 

Difícil, na verdade, é apenas observar os pensamentos.

Nos envolvemos com cenários sedutores.

Fugimos de repetições aterradoras.

Queremos acabar com esse vício

de atração e repulsa.

Mas é este mesmo querer

que estimula mais ainda os pensamentos indesejados.

 

Sabedoria não brota do pensar

mas de ver com clareza

essa nossa ânsia

de nos livrarmos da agitação.

O pensador é uma pessoa.

Aquele que observa é outra.

Trate de conhecê-lo.”

 

* Foto: Lago das Cinco Flores, China.

* Texto extraído do Ebook: A lua aparece quando as águas se acalmam– Reflexões sobre o Dhamma – Ian McCrorie

“A lua aparece quando as águas se acalmam”

lua

Precisamos começar por onde estamos

não por onde desejamos estar.

Pois onde desejamos estar

é estarmos felizes onde estamos.

 

Podemos estar no inferno

mas se formos pacientes

e permitirmos ao inferno apenas ser infernal

então esse equilíbrio da mente,

esse contentamento tranquilo,

transforma inferno em paraíso.

 

A diferença de um dezesseis avos de polegada

entre paraíso e inferno

é equanimidade.

 

* Texto extraído do Ebook: A lua aparece quando as águas se acalmam– Reflexões sobre o Dhamma – Ian McCrorie

 

“O amor se transforma”

flor-de-lotus-rosa-wallpaper

“a vida é problemática

apenas quando desejo que ela

seja de outra forma”.

aceite a vida

como ela é:

de outra forma

dê outra forma…

 

 

* Título/citação de Francielle Cordeiro do blog DesenrolaCordeiro.

* Citação de Ian McCrorie.

Reflexões sobre o Dhamma – Ian McCrorie

lua

“Siga o líder que não procura seguidores, ouça os conselhos de quem não os oferece.

Obedeça estritamente os ensinamentos daquele que fala bem de outros caminhos.

Respeite o guru cujo auto-retrato está ausente das paredes.

Faça oferendas àquele que nada cobra por qualquer ensinamento.

Reverencie aquele que pede se abstenha de tais formalidades.

Entregue-se ao professor que pede para questionar tudo o que ele diz e faz.

E ame o professor para o qual a medida da sua devoção é estar caminhando na trilha.”

 

É tão raro um mestre assim, que possivelmente está em nosso íntimo ser…

 

* Texto extraído do Ebook: A lua aparece quando as águas se acalmam – Reflexões sobre o Darma – Ian McCrorie

“A lua aparece quando as águas se acalmam”

lua

“Sentar não cria verdade,

meditar não produz insight,

assim como cheirar uma flor

não produz sua fragrância.

O perfume da rosa está aí.

Acalmamos para observar o desdobrar

e o florescer da sua natureza.

Acalmar e observar

a mera respiração permite

que a realidade do Agora revele sua natureza.

Sentar quietos nos dá a oportunidade

de testemunhar a revelação da verdade.

A lua aparece somente quando as águas se acalmam.”

 

* Texto extraído do Ebook: A lua aparece quando as águas se acalmam– Reflexões sobre o Dhamma – Ian McCrorie

∞ Sugestão de Biblioteca: OlharBudista.com – Livros, E-books e Weblivros