Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: jardim zen

Nume : Unem

A borboleta encontrou-se na roseira…

Resultado de imagem para roseira borboleta

num brotar, a metafísica

num florescer, a metáfora

num ser, a metamorfose

 

De volta ao jardim… interior…

 

“Tô podando meu jardim”

Imagem relacionada

A cada poda do jardim… A vida se renova…
E uma boa nova brota… da profunda cicatriz…

Não há crescimento sem esforço, conhecimento, cortes e transformação…
Não há entendimento sem atravessar… o que provoca a quase incompreensível dor no coração…
Só há compreensão nas travessias do ser… tão misterioso que somos…

Semear, cultivar e florescer… continuamente nesta saga sagrada…
Exalar o perfume da flor no ar, no lar, no jardineiro…

Há um jardim em si para se cuidar…
Há um longo e elevado caminho a se trilhar…
Nesta jornada heróica do amor…

 

Em paz, por Amor 🦋
GratiDom 🌹🙏🌟

“Meu jardim”

Imagem relacionada

“Tô relendo minha lida, minha alma, meus amores

Tô revendo minha vida, minha luta, meus valores

Refazendo minhas forças, minhas fontes, meus favores

Tô regando minhas folhas, minhas faces, minhas flores

 

Tô limpando minha casa, minha cama, meu quartinho

Tô soprando minha brasa, minha brisa, meu anjinho

Tô bebendo minhas culpas, meu veneno, meu vinho

Escrevendo minhas cartas, meu começo, meu caminho

 

Estou podando meu jardim

Estou cuidando bem de mim”

 

* Letra da canção “Meu Jardim” – Vander Lee

Para onde?

DE VOLTA PRA CASA

Para

Repara

Sem

Parar.

 

Acaso, por coincidência é o caso que não se compreende… ainda.

A dificuldade ensina que a facilidade não ensina.

Imperfeita Perfeição

Resultado de imagem para agua corrente

amar… do rio ao mar

sob o lago, na fonte

o caminho, a ponte

o horizonte naquele jardim… zen em si…

 

O que tenho aprendido sobre amar… É que sem aceitação da imperfeição, da incompletude, não é possível estar em paz… E compreender a tal permanente impermanência… No fundo, nada está fora do lugar… É a nossa percepção que ainda não está clara… Tomar consciência, expandir a nossa percepção… É também ser mais amoroso, sentir o amor em seu estado mais sutil, límpido e curativo… Eu me proponho a conhecer e vivenciar esta natureza… Que não é diferente do que eu sou…

A compaixão revela-se quando encontro-me na dor do outro… por simplesmente ser outro igual… e quando esta experiência acontece… nos mobiliza, é um corte e uma sutura… uma dor que amplia a nossa sensibilidade, expande o nosso amor, ao mesmo tempo em que cicatriza a própria dor… é a pérola tomando forma dentro da concha, ao ser ferida pela força motriz da vida… nesta jornada consciencial… deus e eu, doação e doador… sendo um todo…

Conto: Tao um. Tal outro.

Resultado de imagem para jardim zen

O mestre ao reconhecer dois discípulos diante do caminho, ordenou que limpassem todo aquele caos no jardim zen.

Um permaneceu humilde.

Outro sentiu-se humilhado.

 

Não olhe para o mestre, veja o ensinamento…

AbsolutaMente Mutante

A última versão é atual versão…

Daquilo que é permanente transformação…

 

Amando, arando o jardim, zen em si…

Cultive o Jardim, Zen em Si

A D U B O

O B U D A

Tal-Vez-Tao

Somos todos iguais, eis a diversidade…

Somos todos diferentes, eis a unanimidade…

Somos todos um, eis a totalidade…  

“Se não há talvez… talvez não haja dúvida!”

“A verdade, é que todos estamos certos.”

 

* Citações e Gratidão a Dulce Delgado, Blog Discretamente

Em Si. . . l ê n c i o

Em silêncio o mestre entrou.

Em silêncio o discípulo nada ouviu.