I N O W A

EM PAZ. POR AMOR. TUDO ACABA DE ACONTECER.

Tag: mutação

Continua, continuaMente

20180715_201730

Muda

Aceita

O que não

Se pode mudar:

A mudança.

 

Anúncios

Superfície Essencial

É difícil aceitar a incompletude, a imperfeição… pois é difícil aceitar-se…

Aceite-se exataMente como é… imutável mutação… com todo o potencial em si para evolução… com as chaves do coração e da consciência nas próprias mãos…

Outro Igual

há quem diga… que “ser de verdade”…

 é “ser o mesmo a vida inteira”…

aparenteMente sou de verdade…

sou o mesmo a vida inteira…

a mesma permanente impermanência…

em imutável mutação…

 

* Obra de Paul Villinski

Mude com a Imutável Mudança

borbo 20160521

Sempre se renova

Se agora estamos

Em transformação…

 

* Foto minha, autorretrato. 😛

 

Dançar com a Vida

Aceitar o processo de mudança…

Aceitar o que não se pode mudar…

 

A espiral é a essência do mistério da vida. Assim como se centra, ela também para, se encontra, se retorce e, então, desce e sobe novamente em graciosas curvas. O tempo se retorce em torno de si mesmo, trazendo os ecos e vibrações enquanto que os caminhos vivos da espiral passam próximos um do outro. A vida corre por estradas sinuosas, os seres se encontram em determinados pontos de suas caminhadas, se entrelaçam, se afastam, partem, retornam às origens. O ponto de partida também é o ponto de chegada trazendo-nos a questão do retornar sempre, reencontrar-se e se renovar.”   Despertar Coletivo

m e t A M O R f o s e a r

PRIMORDIAL MOTHER 1985

o mundo é o caldeirão da bruxa…

a poção é visível, palpável para todos,

e invisível, perceptível para poucos.

o tempo é magia…

que realiza a transformação,

vendo ou não, querendo ou não,

somos magos e ingredientes da poção.

ou transmutamos em sintonia,

sincronizados com a mágica…

ou estagnamos e assistimos,

o tempo nos consumir.

Mutação – AutorRealização

1468650_676413322404344_7150952425787046106_n

nesse misterioso caminho existencial…

de aprofundamento e expansão,

no constante conhecer de si mesmo,

há um encontro com outro ser (em si),

que é a integração dos opostos.

desta aliança, o religar…

do eu-estou com o eu-sou,

nasce no diálogo, a comunhão.

e não há mais dentro e fora,

masculino e feminino, humano e divino…

há uma íntima relação,

do ser-noutro-ser.

a circular interação,

do ser-estar no todo.

a unidade se faz em si,

é o ser no todo-ser.

Somos o que Somos: Mutação

ima

mudar hábitos, heranças, facetas…

elaborar as faltas, purificar a essência…

por uma nobre causa, tua vontade verdadeira…

que habita o eterno interior, infinito exterior…

Só temos o Ser

ilusoes

num mundo de representações,

é preciso curiosidade e coragem,

para adentrar ao segredo das ilusões,

e mergulhar em águas, terras, fogos, ares,

por desilusões, mutações, verdades…