Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: o mundo

Eterno Aberto

“Você é o mundo.” Krishnamurti

Imagem relacionada

Agora aberto

Agora eterno

Ora, ora

Como é terno.

 

“Como é sabido, existem múltiplas possibilidades de mundo e as vezes precisamos fechar nossos ouvidos e sentir o silêncio que está acontecendo dentro e deixar o mundo se abrir para nós, e tornar-se o mundo.” 

“Não é um salto no abismo, mas uma travessia de uma ponte invisível através do abismo”. Entregar-se ao fluxo da vida, no silêncio presente, na presença perene, em conexão com aquilo que é e somos… no agora, nesta fenda/abertura, no vácuo, neste eterno aberto… somos um com o todo e simultaneamente somos nós mesmos, um ser comum.

 

* Citações do site AlexandraFilipe.com

Eleva da Lama. Lavando a Alma.

Zelando… Zerando… Zen ando…

Imagem relacionada

em si, em tempo

em paz, em silêncio

em luz e sombra:

o espaço-templo.

 

* O Templo Dourado em Amritsar – Índia. O lugar sagrado dos Sikhs.

Somos flores a perfumar…

Conhecimento prepara. Autoconhecimento realiza.

Nobre exemplo. Encontre em teu humilde exemplo.

O modo de salvar a sua humanidade é amando-se.

Não se pode cultivar em terreno infértil… Não se pode colher os frutos em tempo de plantio… Não se pode pular, burlar ou inverter as etapas do caminho…

O caminho… É o hábito de caminhar em si… Encaminhando-se ao espontâneo caminho…

 

* Imagens de Aneta Ivanova

OMundo

O mundo real… A realeza renascente, selada em si.

Imagem relacionada

O DOM NU

DOM UNO

UM DONO

NO MUDO

O MUNDO

 

Pairando sem parar… Repousando sem pousar… Suspenso sem pensar.

A totalidade centrada em si… O caminho de agora em diante.

 

* Carta “O Mundo” do Tarô Mitológico. “Representa a realização interior, o encontro do próprio lugar no mundo, a obtenção da justa recompensa pelos esforços realizados. O arcano também nos mostra a alegria de viver e de festejar as conquistas alcançadas. O Mundo evoca o amor à humanidade, o cumprimento tarefas sociais, o desejo de aperfeiçoar tudo que se faz, seja por necessidade, seja por lazer. Sugere que nos apresentemos no mundo de forma natural, espontânea, com nossos dons naturais, sem artifícios, implantes ou plásticas. Procure colocar a espontaneidade em primeiro lugar e aceitar com criatividade os limites que o mundo e a sociedade colocam.