Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: pomba branca

Ser-Vir-a-Ser

Ser o meio, o canal, a via… Da vida ser como ela é… Amor Incondicional…

Resultado de imagem para terapia multidimensional

todo o sempre.

passado-futuro

estão presentes.

neste momento.

adentro-afora

é-são…

em si-agora.

entregue.

aceito.

vivo.

Ser inocente. Ser amor.

Aprenda que é sempre aprender.
E saiba que é sempre saber.

A me Amar…

Sob a luz. Sobre o caminho. A luz do caminho.

a-me redescobrir;

a-me reconhecer;

a-me realizar.

Sendo: Senda

Cruz

Mudanças profundas

Coincidentemente requerem

Atitudes elevadas…

Sob aquela presença

Altamente profunda

Profundamente elevada…

 

Seguindo os sinais da intuição… Enquanto o verbo se faz ação…

 

De verdade, de fé.

Resultado de imagem para caminho da libertação

A verdade é… que pouco sabemos da verdade…

Mas a verdade se revela… Noite adentro, no caminho do coração… Vida afora, que trilhamos na existência…

Sejamos íntegros, confiáveis, legítimos… De fé, verdadeiros seres vivos…

Para que a nossa verdade possa expandir e aprofundar, transparecer… a ponto de nos libertar…

 

Sentir-se parte, ser inteiro.

An abstract line art work in the shape of a sunburst

a pena caiu, pomba voou

a folha caiu, fruto amadurou

a chuva caiu, vento soprou

a noite caiu, ensolarou

 

* Obra de Penabranca

 

presenciAR transpARências

transparency

da graça

ar…

de graça

ar…

de verdade.

a eternidade…

é presente, transparente

agora, sempre.

ouça, veja

no ar, sinta…

sente?

“Leve-me lá”

catrin-welz-stein-downunder2

bolhas de lá…

esferas de luz sagrada

ave da paz em vida

leve-me lá…

onde amor é mar

onde amar é mor

e respiramos o mesmo ar.

leve-me sopro leve e inspirador…

deixa eu ser a tua pena branca.

O jardim do universo teu.

habenaria-radiata

No jardim do universo… há de florir a beleza e exalar seu perfume peculiar… quando em sua própria terra enraíza, quando reconhece em si a seiva da vida, aceita-se flor e se cultiva… quando após a secura do longo e rigoroso inverno… olha para a primavera, sabendo que tudo que é ilusório passa e logo virá o verão… e há sim estações em nosso mundo, mas há uma natureza perene na fonte de qualquer estação… há sol e lua que regem a nossa natureza pura… deixa o rio correr e purificar as dores da alma, as memórias feridas que se fazem nuvens… o céu é azul acima das nuvens, permita-se voar e encontre-se na “paz que nasce com todos nós”.

.
Inspirado em “O Jardim do Universo” de Kariane do Blog Feira das Poesias

Qual é sua postagem?

pomba

amar é postar, pôr-se num lugar…

em si, em todos, todo e qualquer lugar.

amor é a língua universal…

simples e multidimensional.