Um Sol Coração

Onde a vida está? Onde tu és?

Tag: quinto elemento

“c r u Z e n”

Cruzando o ponto da questão… O centro do coração… 

Resultado de imagem para rosae crucis

Trevo de quatro folhas.

Rosa dos quatro ventos.

Cruz dos quatro cantos,

Dos quatro elementos…

E o centro? Quinto elemento.

 

Cruz da descida e subida, da chegada e partida… Cruz do retorno, do encontro, do centro de tudo, do todo…

Claro Mistério

Lar, flor e ser… Exalar, florescer… Perfume essencial…

cheiro

Num silêncio esclarecedor ouviu:

“Não duvide. Dê vida...”

5 pontas e ponto.

Torne-se Real… Realize-se… Realize a Quintessência… Dê vida a Estrela… Em Céu Coração…

images

Em frente

Em paz

Em verdade

Em si

Por amor

FIAT LUX no reverso com um pentagrama no Berkeley, Campanille

“A verdade está lá fora!” – Se você sabe como vê-la. “A verdade está escrita em nossos rostos”.

jared-erondu-21325

Tu, EsteLar

Resultado de imagem para estrela cinco pontas quinto elemento

Ao acessarmos o inconsciente (o mistério) e a nossa essência (o segredo)… podemos forjar o quinto elemento em nosso quadrado… Inaugurando assim,  a própria estrela… se integrando e realizando-se na florescência do ser…

Girar a roda, mover moinhos… Deixar a vida circular… Continuamente em nossos caminhos…

 

Sede Passante!

O que significa Páscoa?

“Este tema da passagem é o tema da Páscoa. Pessah em hebraico, quer dizer passagem. A passagem, no rio, de uma margem à outra margem, a passagem de um pensamento a outro pensamento, a passagem de um estado de consciência a outro estado de consciência. A passagem de um modo de vida a outro modo de vida.

Esta fala de Jesus lembra que somos peregrinos sobre a terra. Somos passageiros. A vida é uma ponte e, como diziam os antigos, não se constrói uma casa sobre uma ponte. Temos que manter, ao mesmo tempo, as duas margens do rio, a matéria e o espírito, o céu e a terra, o masculino e o feminino e fazer a ponte entre estas nossas diferentes partes, sabendo que estamos de passagem. É importante lembrar-se do caráter passageiro de nossa existência, da impermanência de todas as coisas, pois o sofrimento geralmente é de querermos fazer durar o que não foi feito para durar.

A grande Páscoa é a passagem desta vida mortal para a vida eterna, é a abertura do coração humano ao coração divino. É a passagem da escravidão para a liberdade, passagem que é simbolizada pela migração dos hebreus, do Egito para a terra Prometida. Mas não é preciso temer o Mar Vermelho. O mar de nossas memórias, de nossos medos, de nossas reações. Temos que atravessar todas estas ondas, todas estas tempestades, para tocar a terra da liberdade, o espaço da liberdade que existe dentro de nós.

Sede passante! Creio que esta palavra é verdadeiramente um convite para continuarmos nosso caminho a partir do lugar onde algumas vezes paramos. Observemos o que para a vida em nós, o que impede o amor e o perdão, onde se localiza o medo dentro de nós. É por lá que é preciso passar; é lá nosso Mar Vermelho. Mas, ao mesmo tempo, não esqueçamos a luz, não esqueçamos a liberdade, a terra que nos foi prometida!” Jean-Yves Leloup

“Boa TERRA em teus pés, ÁGUA o bastante em tua semente, bom VENTO para o teu sopro, FOGO em teu coração e muito AMOR em teu ser.”

Herdeiros do Cosmo. Mestres do próprio Universo.

Por ciência e experiência…

Na entrega e confiança… na aceitação e gratidão…

Com paciência… na solidão e convivência…

Há de se encontrar… na autoConsciência… 

ClaraMente o que permanece em Mistério: A quintEssência…

A visão do invisível, A vibração do silêncio, O coração do nosso coração…

 

Das penas, o voo

img_6130_modifier3web_by_clair0bscur-dasi9my

A nuvem sob os 4 montes…
O caminho sob os 4 ventos…
Na fonte com os 4 elementos…
Eu sou o 5° elemento…

Transformar as penas em plumas… para realizar o voo…

Perfume da Quintessência

jardim ensolarado

há em mim um solo arado…

a vida brotando

o silêncio soprando

pétalas vibrando

perfume inspirando

cultivando amores de jasmim…

transparecendo a energia da fonte…

lembrando que a quintessência está em si…

é em ti o lar… neste singular instante…