A n o v a M e n t e

T O D O S O U O UM : OM E S M O U T R O

Categoria: Autoconsciência

Conto Oriental: A rocha

O aluno perguntou ao Mestre:

Como faço para me tornar o maior dos guerreiros?

Vá atrás daquelas colina e insulte a rocha que se encontra no meio da planície.

Mas para que, se ela não vai me responder?

Então golpeie-a com a tua espada.

Mas minha espada se quebrará!

Então, agrida-a com tuas próprias mãos.

Assim eu vou machucar minhas mãos… E também não foi isso que eu perguntei. O que eu queria saber era como que eu faço para me tornar o maior dos guerreiros.

O maior dos guerreiros é aquele que é como a rocha, não liga para insultos nem provocações, mas está sempre pronto para desvencilhar qualquer ataque do inimigo.

Muito prazer, chama-se Vida.

a relação entre…

amor e inocência

faz da existência

o puro tesão…

Poesia Sufi

Árvores, Silhuetas, Preto E Branco

“No inverno, os ramos nus
que parecem dormir
trabalham em segredo,
preparando-se para a primavera.”

Rumi

Conto Sufi: O que importa

Nasrudin entrou na casa de chá proclamando: A lua é mais útil que o sol.

“Por que, Mullá”?

“Precisamos de mais luz durante a noite que durante o dia”.

Conto Zen: Nada existe

Yamaoka Tesshu, quando era um jovem estudante de Zen, visitou um mestre após outro. Ele foi até Dokuon de Shokoku.

Desejando exibir sua realização, ele disse: “A mente, o Buda e os seres se cientes, no final das contas, não existem. A verdadeira natureza dos fenômenos é a vacuidade. Não há realização, não há ilusão, não há sábio, não há mediocridade. Não há o dar, nem nada para ser recebido.”

Dokuon, que estava fumando em silêncio, não disse nada. De repente, ele bateu em Yamaoka com seu cachimbo de bambu. Isto deixou o jovem bastante furioso.

“Se nada existe”, perguntou Dokuon, “de onde vem esta raiva?”

Tu

i n s t i t u i r

i n s t i t u i ç ã o

i n s t i t u a

e zen p l i f i c ando. . .

medi(t)ando vou, que o vazio não costuma ocupar…

vazio de criações, repleto de coragem…

Tome c / a f é. . .

café

tome…

sua decisão

sozinho…

consciente

de que não é

sozinho…

Conto: Pelo não, pelo sim.

As pessoas da comunidade Diga Não! encontraram as pessoas da Diga Sim!.

O porta-voz da DN! perguntou para o mensageiro da DS!:

– “Vamos?”

Prontamente o mensageiro respondeu:

– “Sim!”

E o mensageiro, perguntou ao porta-voz da DN!:

– “Vamos?”

– “Não”.

Pelo sim, pelo não, ambas as comunidades foram… uma só.

por AdriAnovaMente

 

É, não É?

deus é tudo e o todo…

e o nada também é…

nada precisa de deus.